sexta-feira, 10 de março de 2017

Após polêmica da 'vovó' adversária, Bethe Pitbull destaca apoio em Fortaleza

Texto: Vicente Ribeiro
Fonte: Superesportes
Imagens: Reprodução / Google.com.br e Arquivo ASES
Edição: Jorge Luiz da Silva.
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)
Pitbull fica satisfeita com apoio dos fãs cearenses e aproveita para provocar Marion Reneau(Buda Mendes/Getty Images)



UFC

Bem ao seu estilo, Bethe Pitbull conseguiu promover o duelo contra Marion Reneau, no card principal do UFC Fight Night 106, neste sábado, em Fortaleza, pelo peso galo. A paraibana de Campina Grande se envolveu em polêmica com a adversária, chamando-a de ‘vovó’, e aproveitou para agradecer o apoio dos fãs cearenses.

A última luta no Brasil
não traz boas recordações a Bethe Pitbull. Ela foi batida de forma contundente pela então campeã peso galo, Ronda Rousey, ao ser nocauteada logo no primeiro round da luta principal do UFC 190, no Rio de Janeiro. E ainda viu a torcida carioca aplaudir e apoiar a adversária, com a qual se envolveu em declarações polêmicas antes do duelo.

Bethe-pitbull-treina para luta contra Marion Reneau. (Buda Mendes/Getty Images)




Agora, a situação é bem diferente para Pitbull. Nascida em Campina Grande e radicada em Natal, ela se sente em casa diante dos fãs nordestinos. “Eu sou nordestina e sei como é o Nordeste. Acho que se aquela luta contra a Ronda tivesse sido aqui, a torcida inteira estaria comigo, porque o Nordeste é uma região muito sofrida, a gente sente muito a dor do outro e se protege. Por isso, não tenho um pingo de medo, poderia falar o que quisesse da Marion que o pessoal continuaria comigo”, declarou aos jornalistas durante o Media Day.


 
Brasileira provoca rival de 39 anos e comemora luta no Nordeste. Buda Mendes/Getty Images



‘Vovó’

Adepta do trash talk e da provocação, a brasileira logo se envolveu em polêmica com a adversária. Ela chamou Marion Reneau de ‘vovó’, em alusão à idade da norte-americana (39 anos) e ouviu o troco, quando a rival disse que Pitbull parecia ser a mais velha.

A paraibana voltou a tocar no assunto ao ser questionada pelos repórteres em Fortaleza.

Bethe Pitbull treina para luta contra Marion Reneau. (Buda Mendes/Getty Images)



Quem me conhece sabe que eu não sou de ficar calada e levar desaforo. Eu apenas respondi. A Marion está me chamando para lutar faz mais de um ano. Me chamando para dançar no octógono. Ué, se a velha do UFC quer me enfrentar, vamos lutar.

Não tenho nada contra, mas ela parece uma quarentona. Ela me chamou e eu respondi. Não vou deixar ninguém me chamar para lutar e dança e ficar calada. Eu danço assim”, frisou.

UFC Fight Night 106
Neste sábado, a partir das 21h00
Centro de Formação Olímpica, em Fortaleza


Card principal

Vitor Belfort x Kelvin Gastelum
Mauricio Shogun x Gian Villante
Edson Barboza x Beneil Dariush
Jussier Formiga x Ray Borg
Bethe Pitbull x Marion Reneau
Alex Cowboy Oliveira x Tim Means

Shogun treina com Rafael Cordeiro; ex-campeão encara Gian Villante no evento.
(Buda Mendes/Getty Images)


Card preliminar

Francisco Massaranduba x Kevin Lee
Serginho Moraes x Davi Ramos 
Michel Trator x Josh Burkman
Rony Jason x Jeremy Kennedy
Rani Yahya x Joe Soto
Garreth McLellan x Paulo Borrachinha