sábado, 5 de setembro de 2015

Série B: Mesmo com um jogador a mais o Bahia amarga gude preso em Curitiba


Texto, edição e arte: Jorge Luiz da Silva
Imagens: Arquivo ASES e Google.com.br
Salvador, BA. (Da Redação Itinerante do Esporte Comunitário)

Imagem: Reprodução TV

Em confronto válido pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro da Segunda Divisão o Bahia amargou o tradicional gude preso diante do Paraná, no estádio Durival de Brito, em Curitiba, nesta sexta-feira, 04.

Apesar de não apresentar um futebol digno da sua fiel e abnegada torcida o tricolor estava invicto há sete partidas.

A sequência foi quebrada
após o gol marcado por Rafael Costa cobrando falta aos 26 minutos do duelo de volta

O time comandado por Sérgio Soares vem colocando em prática um esquema de jogo que só dá resultado contra adversários de menor expressão, por isso mais essa derrota foi creditada.

Depois de um primeiro tempo ruim
o escrete voltou melhor na segunda etapa, mas não soube aproveitar as oportunidades surgidas e nem a expulsão de Luiz Felipe, jogador paranaense.

O esquema tático do Bahia não funcionou mesmo com um jogador a mais em boa parte da etapa complementar.

Acreditamos que o treinador Sérgio Soares precisa rever seus conceitos ou o esquadrão não vai atingir o seu objetivo de conquistar uma vaga na Série A de 2016.

Paraná 1x0 Bahia


Gol: Rafael Costa (26')

Local: Estádio Durival de Brito, Curitiba.
Sexta-feira, 04/09, às 21h30

Renda:
R$ 63.900,00
Público Pagante:
4.371 espectadores.

Árbitro Central: Francisco de Paula dos Santos Silva Neto (RS)
Assistente 1: Leirson Peng Martins (RS)
Assistente 2: Lucio Beiersdorf Flor (RS)

Cartões Amarelos

Henrique (Paraná)
Zé Roberto e Souza (Bahia)


Cartão Vermelho:
Luiz Felipe (Paraná)

Paraná: Felipe Alves; Ricardinho, Luiz Felipe, Luciano Castán e Rafael Carioca; Fernandes Gustavo Sauer, Danielzinho (Léo Coelho) e Rafael Costa; Carlão (Abderson Uchoa) e Henrique. Técnico: Fernando Diniz

Bahia: Douglas Pires, Yuri, Jailton, Robson e Vitor; Pittoni (Alexandro), Souza, Gustavo (Eduardo) e Maxi Biancucchi; Kieza e Zé Roberto (João Paulo).