sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Santos vence a Chapecoense ainda se dando ao luxo de perder pênalti

Texto e ediçãoJorge Luiz da Silva
Imagens: Arquivo ASES e Google.com.br
Salvador, BA. (Da Redação Itinerante do Esporte Comunitário)

Foto: Ivan Storti/Santos FC

Atuando nesta quinta-feira na Vila Belmiro, mesmo sem poder contar com o seu maestro Lucas Lima que está servindo a Seleção Brasileira, o Santos conquistou um triunfo importante diante da Chapecoense

Mas a torcida não sentiu tanto a falta do seu craque, porque Marquinhos Gabriel em noite de inspiração cumpriu o seu papel na armação e na criação das jogadas.

Além de ter em seu elenco o atual artilheiro do brasileirão, Ricardo Oliveira, que marcou em dose dupla e ainda se deu ao luxo de perder uma penalidade máxima defendida pelo guarda-metas Danilo.


Imagens: Globo Esporte / ASES

Sem falar na boa exibição de todo o seu elenco e destacando também o golaço de Geuvânio que desferiu uma bomba com o pé esquerdo atingindo o fundo da rede do time catarinense consolidando o triunfo santista.
O tento de honra do escrete visitante foi assinalado por Neto tirando proveito da cabeçada do seu companheiro Wagner, quando faltavam sete minutos para o término do duelo.



Foto: chapecoense.com

Santos 3x1 Chapecoense

Gols:
Ricardo Oliveira (15' e 75') e Geuvânio (58'), Santos
Neto (83'), Chapecoense.

Local: Vila Belmiro, às 19h30;

Árbitro Central: Bruno Arleu de Araújo (RJ);
Assistente 1: Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)
Assistente 2: Michael Correia (RJ);

Cartão amarelo:
Ananias (Chapecoense);

Santos FC: Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, David Braz e Zeca; Thiago Maia, Renato e Marquinhos Gabriel (Rafael Longuine); Geuvânio, Ricardo Oliveira (Nilson) e Neto Berola (Léo Cittadini). Técnico: Dorival Júnior.

Chapecoense: Danilo; Caramelo, Rafael Lima, Neto e Dener Assunção; Elicarlos, João Afonso (Cleber Santana), Neném (Bruno Silva) e Wagner;
Tiago Luis e Ananias (Camilo). Técnico: Vinícius Eutrópio.