quarta-feira, 17 de junho de 2015

Brasil Sub-20 dá show e está na final do Mundial


Fonte: Site oficial da CBF
Edição: Jorge Luiz da Silva.
Salvador, BA. (Da Redação Itinerante do Esporte Comunitário)

Brasil Sub-20 derrota Senegal e está na final do Mundial da Nova Zelândia. Foto: FIFA/Getty Images

Nem o mais otimista dos torcedores poderia imaginar tamanha superioridade da Seleção Brasileira nesta semifinal de Mundial Sub-20. Mas a concentração e empenho dos jogadores transformaram a partida contra Senegal, nesta quarta-feira, em baile do Brasil em Christichurch. João Pedro, Marcos Guilherme (dois), Boschilia e Jorginho marcaram os gols do 5 a 0.

Foi como um rolo compressor que a Seleção Brasileira começou a semifinal. Disposta a não levar mais uma partida para a prorrogação e disputa de pênaltis, a equipe partiu para cima e abriu o placar ainda com dois minutos. João Pedro fez jogada individual pela direita, entrou pela área senegalesa e cruzou. A contar com a sorte, viu a bola desviar no zagueiro Correa e morrer no fundo das redes.

Quem pensava que esta seria a senha para o Brasil segurar o ritmo, se enganou completamente. Marcando forte em todas as áreas do campo, aproveitou para roubar uma bola na intermediária com Gabriel Jesus. O camisa 10 arrancou, viu Jean Carlos abrir para um lado, Marcos Guilherme para o outro e teve apenas o trabalho de escolher para quem rolar. Optou pelo segundo, que bateu com segurança para fazer 2 a 0.

Defesa segura, ataque inspirado. Esta foi a fórmula da Seleção Sub-20 para continuar dando show na partida. Jean Carlos, que já vinha desempenhando muito bem o papel de pivô, fez mais uma tabela inteligente com Marcos Guilherme e cruzou rasteiro para o meio da área. O goleiro Sy ainda tentou cortar, mas a bola sobrou limpa para Boschilia empurrar para dentro.


Foto: FIFA/Getty Images

O baile continuava, mas faltava um golaço. E ele veio de um lateral, o esquerdo, no caso. Jean Carlos foi novamente acionado para fazer a parede na intermediária e deixou a bola com Jorginho. Foi ele quem dominou, deu um drible seco no marcador e arrancou com calma para tocar com categoria e fazer o quarto.

Quando o jogo está fluindo, toda equipe acaba tendo espaço para mostrar futebol. Até o goleiro. Em uma boa jogada do ataque senegalês, Jean fez linda defesa em giro rápido do atacante Thiam. Um verdadeiro tiro à queima roupa, que o goleiro desviou e ainda contou com a ajuda do travessão.

No segundo tempo, já com o placar construído, a Seleção Brasileira controlou o jogo, girou a bola de um lado a outro e não deu chances de Senegal pensar em reagir. Mais ainda, ampliou a vantagem que já era grande. Em mais uma bela jogada de tabelinha na entrada da área, Gabriel Jesus tocou de calcanhar para Boschilia, que não foi fominha e deixou Marcos Guilherme livre para fazer o quinto.


Foto: FIFA/Getty Images

BRASIL

Jean; João Pedro (Rodrigo), Marlon (Léo Pereira), Lucão e Jorginho (Caju);
Danilo, Alef e Boschilia; Gabriel Jesus, Jean Carlos e Marcos Guilherme