sexta-feira, 26 de maio de 2017

Vettel lidera segundo treino livre do GP de Mônaco e fecha quinta-feira na frente


Fonte: Super Esportes (Agência Estado)
Edição: Jorge Luiz da Silva.
Imagens: Google.com.br (Arquivo ASES)
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)


Sebastian Vettel termina dia na liderança e acirra ainda mais a disputa com Lewis Hamilton. Divulgação/Ferrari.





FÓRMULA 1 

Líder do Mundial de Pilotos, Sebastian Vettel terminou o primeiro dia da sexta etapa da temporada 2017 da Fórmula 1 na frente. Nesta quinta-feira, após ser superado pelo britânico Lewis Hamilton na sessão inicial do fim de semana do GP de Mônaco, o alemão da Ferrari liderou o segundo treino livre e foi o mais rápido da quinta-feira no circuito de rua de Montecarlo. 

Vettel foi o único piloto a fazer uma volta em menos de 1min13 no dia, registrando o novo recorde da pista com a marca de 1min12s720. Assim, começou bem o fim de semana do GP de Mônaco, em que tentará sustentar a sua liderança no Mundial de Pilotos, ocupada com 104 pontos, seis a mais do que Hamilton, o segundo colocado. 

Mas ao contrário do que havia ocorrido no primeiro treino livre, Vettel não teve muita concorrência dos pilotos da Mercedes na segunda sessão, pois eles se focaram mais em trabalhar no ritmo de corrida, sem grande preocupação com os tempos de volta. 

Alemão dá o troco em Hamilton, que bateu recorde da pista no treino anterior



Com isso, Hamilton foi apenas o oitavo colocado no segundo treino livre, com a marca de 1min13s873, um tempo pior inclusive do que o registrado na primeira sessão, quando foi o mais rápido, com 1min13s425. Seu companheiro de equipe, o finlandês Valtteri Bottas, também passou pela mesma situação. Após ser o quarto com 1min13s791, foi somente o décimo colocado, com 1min13s902, na segunda atividade. 

Com isso, Vettel sobrou no segundo treino livre para o GP de Mônaco, com uma vantagem de quase 0s5 para o australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, o piloto que mais se aproximou dele ao marcar 1min13s207. Já o finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, foi o terceiro mais rápido, com 1min12s283. 

Após colocar os seus dois pilotos entre os dez melhores na primeira atividade, a Toro Rosso confirmou o seu bom desempenho em Montecarlo ao terminar o segundo treino livre com o russo Daniil Kvyat em quarto lugar e o espanhol Carlos Sainz Jr. na quinta colocação. 

O holandês Max Verstappen, da Red Bull, foi o sexto mais rápido, enquanto o mexicano Sergio Pérez, da Force India, ficou em sétimo lugar. Já o dinamarquês Kevin Magnussen, da Haas, terminou entre os dois carros da Mercedes, na nona colocação no segundo treino livre do GP de Mônaco. 

Assim como na primeira atividade, quando foi o 11º colocado, o brasileiro Felipe Massa voltou a ficar fora da relação dos dez mais rápidos, em 13º lugar, com 1min14s003. Com isso, terminou logo atrás dos dois carros da McLaren, com o belga Stoffel Vandoorne em 11º e o britânico Jenson Button, o substituto de Fernando Alonso, que vai participar no fim de semana das 500 Milhas de Indianápolis, na 12ª posição. 



Companheiro de Massa na Williams, o canadense Lance Stroll sofreu um forte acidente e destruiu seu carro ao bater na entrada da curva do cassino, o que inclusive provocou o acionamento da bandeira vermelha. Já o britânico Jolyon Palmer, da Renault, abandonou a atividade logo no começo por problemas no motor. 

Os pilotos voltam a acelerar no circuito de rua de Montecarlo no sábado, quando será realizado o treino de classificação a partir das 9 horas (de Brasília). O horário é o mesmo da largada do GP de Mônaco no domingo. 



l