quarta-feira, 15 de março de 2017

Polonesa campeã do UFC responde Jessica Bate-Estaca sobre 'queixo fraco'


Texto: Vicente Ribeiro
Fonte: Super Esportes
Edição: Jorge Luiz da Silva.
Imagens: Google.com.br (Arquivo ASES)
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)

 Jessica Bate-Estaca disse que campeã tem queixo fraco e Joanna Jedrzejczyk se sentiu desrespeitada. (Getty Images)

MMA FEMININO

Antigas parceiras de treino, Joanna Jedrzejczyk e Jessica ‘Bate-Estaca’ Andrade azedaram a relação depois que a brasileira foi anunciada a próxima desafiante da polonesa campeã peso palha do UFC. O duelo está marcado para a edição de número 211, no dia 13 de maio, em Dallas, mas o clima entre as duas passou rapidamente de amizade para rivalidade.



Enquanto desafiante, nega provocação, Joanna fala em desrespeito




Bate-Estaca foi quem atirou a primeira ‘pedra’ ao afirmar que a ex-companheira poderia cair se levasse um golpe forte, já que tem queixo fraco. A brasileira, no entanto, disse que fez uma análise técnica e descartou qualquer intenção de provocar. Mas a declaração não foi bem aceita pela polonesa, que mandou um recado à antiga parceira.

“Tivemos bons treinos e boas conversas. Quando a luta fica grande, as pessoas ficam loucas. Achei que ela não faria isso, e me sinto mal por ela. Mas ela está provocando. Seja paciente e siga treinando. Falarei com ela no UFC 211, em Dallas”, respondeu Joanna Jedrzeczyk, em entrevista ao programa The MMA Hour.





A polonesa, que tem quatro defesas de cinturão no UFC, considera que o empresário de Bate-Estaca, Tiago Okamura, com o qual também trabalhava quando treinava com a brasileira, pode estar por trás da atitude provocativa da adversária. “Não sei se foi o Tiago, que foi um irmão para mim e ainda temos uma boa relação. Acho que eles podem ter mais crédito com a promoção, mas eu ainda estou bem com eles. Não sei do que estão falando. Sei que a Jessica não é assim, sei que tem alguém ajudando ela com isso, e deve ser o Tiago. Me sinto mal por isso”, enfatizou.





Sem provocação

Bate-Estaca, no entanto, disse que tudo não passou de mal-entendido. A brasileira garantiu que não teve a intenção de provocar a ex-parceira. “Não falei para provocar, falei mesmo por ter observado que esse seria o ponto fraco dela. Ela pode ver os meus e falar, não tem problema algum. Respeito muito ela, é uma das atletas mais duras, não é à toa que é a dona do cinturão. Estou ansiosa para lutar com a melhor”, frisou a paranaense, em entrevista ao site da Ag Fight.

UFC 211

13 de maio
American Airlines Center, em Dallas

Card

Stipe Miocic x Junior Cigano – pelo cinturão peso pesado
Joanna Jedrzejczyk x Jessica Bate-Estaca – pelo cinturão peso palha

Demian Maia x Jorge Masvidal
Eddie Alvarez x Dustin Poirier
Henry Cejudo x Sergio Pettis
Frankie Edgar x Yair Rodriguez