segunda-feira, 6 de março de 2017

No UFC 209, Tyron Woodley bate Stephen Thompson, em luta sem emoção e com vaias



Fonte: Super Esportes
Texto e edição: Jorge Luiz da Silva.
Imagens: Google.com.br (Arquivo ASES) e Getty Images
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)



No final do quinto e último round, Tyron Woodley conseguiu derrubar Stephen Thompson.

MMA

Se em novembro de 2016, Tyron Woodley e Stephen Thompson empataram no UFC 205, desta vez não houve igualdade. A disputa do cinturão dos meio-médios não mostrou muita emoção e, em uma luta morna, Woodley levou a melhor na decisão dos juízes. Ele foi considerado o vencedor por decisão majoritária (48-47, 47-47 e 48-47), e manteve o cinturão.

A disputa foi bastante vaiada pelo público presente ao UFC 209, em Las Vegas. No início, Thompson dominou o octógono, cercando Woodley, que tomou a iniciativa e chamou o desafiante para a trocação. Thompson manteve a postura inalterada. Os dois mantinham a cautela, enquanto os torcedores vaiaram bastante a falta de combatividade dos dois.



O campeão manteve o cinturão dos meio-médios, por decisão dos juízes 



No segundo round, os dois lutadores encurtaram a distância, mas a luta seguiu morna. Ambos exageravam na cautela, sem correr riscos, apenas se movimentando. Woodley não atacava, e Thompson também pontuava com os poucos golpes que desferia. Na terceira parte, o campeão voltou encurtando a distância e derrubando o desafiante. Thompson conseguiu se levantar, e Woodley não conseguiu manter o rival sob domínio.

No quarto round os dois novamente praticamente não golpearam, para mais vaias do público. Já no último round, Woodley alterou sua postura e tentava cercar Thompson. As vaias, presentes em toda a luta, se acentuaram. O desafiante tentou alguns golpes, apenas para pontuar. Na reta final, Woodley acertou um golpe de direita que derrubou Thompson, seguido de diversos golpes sobre o desafiante.





Confira os resultados das demais lutas

do UFC 209:

CARD PRINCIPAL

David Teymur venceu Lando Vannata por decisão unânime (triplo 30-27)
Dan Kelly venceu Rashad Evans por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)
Cynthia Calvillo venceu Amanda Cooper por finalização aos 3m19s do R1
Alistair Overeem venceu Mark Hunt por nocaute aos 1m44s do R3

CARD PRELIMINAR
Marcin Tybura venceu Luis Henrique KLB por nocaute técnico aos 3m46s do R3
Darren Elkins venceu Mirsad Bektic por nocaute técnico aos 3m19s do R3
Iuri Marajó venceu Luke Sanders por finalização aos 3m13s do R2
Mark Godbeer venceu Daniel Spitz por decisão unânime (triplo 30-27)
Tyson Pedro venceu Paul Craig por nocaute técnico aos 4m10s do R1
Albert Morales venceu Andre Soukhamthath por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)