segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Goleiro de 44 anos está invicto na Copa Africana

Fonte: Super Esportes.com.br
Texto: Marcos Paulo Lima
Imagens: Arquivo ASES e Google.com.br
Edição e arte: Jorge Luiz da Silva.
Salvador, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)



Lembra do goleiro Gabor Kiraly?

Aquele húngaro que se tornou, aos 40 anos, o jogador mais velho a disputar uma Eurocopa?

A Copa Africana de Nações também tem um veterano nas traves.

Por sinal, quatro anos mais velho do que Kiraly. Detalhe: o cara ainda não sofreu gol no principal torneio de seleções do continente e vai defender a invencibilidade neste domingo, contra Marrocos, nas quartas de final da competição. Ontem, Burkina Faso eliminou a Tunísia e Camarões despachou Senegal na decisão por pênaltis. Outro jogo neste domingo é RD Congo x Gana.

Aos 44 anos, Essam El-Hadary assumiu as traves do Egito por acaso. Era reserva na seleção comandada pelo técnico argentino Héctor Cúper até os 25 minutos do primeiro tempo da estreia dos Faraós contra Mali, em 17 de janeiro. El-Shenawy, 25 anos, sofreu uma contusão. Em vez de entregar a meta a Sherif Ekramy, 33, o treinador apostou em um goleiro 11 anos mais velho do que Ekramy e não abriu mão da experiência do quarentão El-Hadary.

Ao entrar em campo contra Mali, El-Hadary se tornou o jogador mais velho a disputar a Copa Africana de Nações: 44 anos e dois dias. O goleiro passou a primeira fase inteira sem sofrer gol. Além do empate por 0 x 0 com Mali, fechou a porteira na vitória por 1 x 0 sobre Uganda e no triunfo pelo mesmo placar diante de Gana.

El-Hadary é uma lenda da Copa Africana de Nações. No currículo, tem quatro títulos do torneio com a camisa do Egito, em 1998, 2006, 2008 e 2010. Individualmente, tem a mesma quantidade de troféus dos tetracampeões Gana e Camarões. Sozinho, El-Hadary contabiliza mais taças do que a tradicional tricampeã Nigéria, por exemplo.

Camisa 1 do Wadi Degla, El-Hadary é octacampeão nacional, tetra da Copa do Egito e tetra da Champions League da África. Uma lenda no continente. O goleiro participa da Copa Africana de Nações pela oitava vez. Igualou o recorde do camaronês Rigobert Song e do compatriota Ahmed Hassan. Como o Egito é o país que mais tem título da Copa Africana, não descarte a possibilidade de o goleiro pé-quente levar os Faraós ao octacampeonato no Gabão.




ATUALIZAÇÃO

O Egito eliminou o Marrocos por 1 x 0 neste domingo e está nas semifinais. El-Hadary foi titular e continua sem sofrer gol.

A invencibilidade dura 348 minutos.

O próximo duelo é com Burkina Faso nesta quarta-feira, 1° de fevereiro.