segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Igualdade no primeiro clássico sergipano do ano


Texto e Edição: Jorge Luiz da Silva
Imagens: Arquivo ASES e Google.com.br
Serrinha, Bahia. (Da redação Itinerante do Esporte Comunitário)

Tudo igual no maior clássico sergipano (Foto: Igor Matheus)

Com um púbico de quase dez mil pessoas o Estádio Lourival Baptista foi o palco do primeiro grande clássico do ano, em Aracaju, neste domingo, 31 de janeiro, válido pela terceira rodada do Campeonato Sergipano.

Confiança e Sergipe fizeram o duelo que terminou registrando a igualdade no placar, apesar de que em alguns momentos o Sergipe foi melhor, mas o Dragão do bairro Industrial encontrou forças para equilibrar o confronto e se superar em outros momentos da partida.



(Foto: Igor Matheus)


O Sergipe ainda teve um jogador a mais na etapa complementar depois da expulsão do zagueiro Eron, aos 26 minutos, por consequência do segundo cartão amarelo por praticar jogada desleal.

Marcinho Beija Flor abriu o marcador aos 41 minutos cobrando uma penalidade máxima, para alegria dos seus torcedores.

Enquanto que o oportunista atacante Leandro Kivel empurrou a redonda para o fundo das redes do goleiro Rafael já no segundo minutos dos acréscimos da etapa inicial, após receber na área, um cruzamento magistral dos pés de Caique.

Em resumo, o Sergipe se destacou no primeiro tempo.

No segundo tempo, entretanto o Confiança deixou o jogo de igual pra igual e depois chegou a dominar o embate, mesmo com jogador a menos.



Beija-Flor converte pênalti: Sergipe 1 a 0 (Foto: Igor Matheus)


Imagem: Futebol Interior

Gols:

Marcinho Beija Flor (41’), Sergipe
e Leandro Kivel (47’), Confiança.

Renda: R$ 163.732,00

Público: 8.668 pagantes


Confiança: Rafael Sandes, Caique, Valdo, Eron e Izaldo; Elielton, Flávio, Everton e Wallace Pernambucano (Bibi); Danilo Bala (Lucas Rocha) e Warley (Leandro Kivel).

Sergipe: Rafael Córdova, Rafael, Mayco, Rodrigo Sabiá e Airton; Mateus Santos, Welton Heleno (Carlos Henrique), Yannick (Jailson) e Bruno Iotti, Vitor Palito e Marcinho Beija Flor.


 
 Danilo Bala domina a bola: Confiança dominou no segundo tempo.  (Foto: Igor Matheus)