quinta-feira, 16 de julho de 2015

Juiz dá “uma mãozinha” e o Paysandu vence o Bahia pela Copa do Brasil


Texto e edição: Jorge Luiz da Silva
Imagens: Arquivo ASES e Google.com.br
Salvador, BA (Da Redação Itinerante do Esporte Comunitário)

Lateral-direito Yago Pikachu marcou o terceiro gol dos bicolores no Mangueirão (Foto: Ascom Seel)

Em noite infeliz do árbitro central Pathrice Wallace Correa Maia, do Rio de Janeiro, o Paysandu ensaiou uma goleada no “misto frio” do Bahia, nesta quarta-feira, 15, em confronto válido pela Copa do Brasil.

Como se já não bastasse uma escalação inconsequente, com a justificativa do técnico Sérgio Soares de poupar alguns titulares para o Brasileirão Série B, o Bahia ainda teve que enfrentar os erros grosseiros de um soprador de apito.

Primeiro erro capital:

O garoto tricolor, João Paulo, se preparava para tentar marcar o gol, mas foi seguro e empurrado sutilmente dentro da área, pelo zagueiro do Paysandu. Caiu e o cara do apito nada marcou. Penalidade máxima clara para todos, menos para ele.

Segundo erro capital:

O zagueiro do tricolor da boa terra tirou a bola quase com o ombro, por pouco a redonda não bateu na garganta do atleta do Bahia e o soprador de apito empenou de novo assinalando a penalidade máxima a favor do Paysandu.

Outro erro

Ainda teve o lance em que Souza agrediu claramente o zagueiro do Bahia, na cara do árbitro central. Ele viu tudo e em vez de aplicar o cartão vermelho, novamente favoreceu o “Papão”, aplicando apenas o cartão amarelo.

Imagem: Reprodução TV

Paysandu 3x0 Bahia

Gols:
Misael (68')
Fahel (71', de cabeça)
Yago Pikachu (84', de pênalti)

Árbitro Central: Pathrice Wallace Correa Maia (CBF-1 / RJ)
Assistente 1: Luiz Claudio Regazone (ASP-FIFA / RJ)
Assistente 2: Joao Luiz Coelho de Albuquerque (CBF-2 / RJ)
Quarto Arbitro: Andrey da Silva E Silva (CBF-1 / PA)
Delegado Especial: Jose Gilberto Guilhermino de Abreu (ASS / PA)

Paysandu: Emerson; Yago Pikachu,Tiago Martins, Gualberto e João Lucas; Ricardo Capanema (Misael), Fahel, Carlinhos e Carlos Alberto (Jhonnatan); Ailon e Souza (Pablo). Técnico: Dado Cavalcanti.

Bahia: Douglas Pires; Adriano, Robson, Jaílton e Patric (João Leonardo); Yuri, Gustavo Blanco (Tchô), Mário e Tiago Real; João Paulo (Souza) e Jacó.. Técnico: Sérgio Soares.