quarta-feira, 31 de julho de 2013

Série B: Mandantes dominam, cai último invicto e Verdão reassume a ponta

Fonte e fotos: Futebol Interior
Edição: Jorge Luiz da Silva.
Salvador, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário


A Chapecoense conheceu a primeira derrota e perdeu a liderança para o Palmeiras

A 11ª rodada, que aconteceu toda nesta terça-feira, começou com domínio dos mandantes. Dos dez jogos realizados, nada menos que oito terminaram com vitória dos donos da casa: Oeste, Avaí, Ceará, América-RN, América-MG, Palmeiras, São Caetano e Paysandu. Destaque para a primeira derrota da então invicta Chapecoense, que acabou perdendo a ponta para o Verdão. Os únicos que decepcionaram os torcedores foram o Joinville, que perdeu para Boa Esporte, e o Bragantino que só empatou com o Paraná.

O Ceará venceu de virada a Chapecoense, por 3 a 1, no Castelão, em Fortaleza, e derrubou o último invicto da competição. Nos dez jogos realizados, os catarinenses ainda não haviam perdido nenhuma, mas no jogo, sua defesa, que era a terceira melhor da competição, marcou bobeira no início do jogo e em 16 minutos, sofreu os três gols, que resultaram na derrota do time.

A derrota custou a liderança para a Chape, que é a segunda colocado, com 23 pontos. Já o Ceará chegou aos 13, e subiu para a 14ª colocação, dando uma sobrevida ao técnico Sérgio Guedes, que foi vaiado, após ter substituído Magno Alves por Adriano Pardal.

Sem esforço
Com Valdívia sendo poupado e entrando somente aos 20 minutos do segundo tempo, o Palmeiras goleou o Icasa, por 4 a 0, no Estádio do Pacaembu, em São Paulo. O Verdão agora está invicto há seis rodadas e lidera sozinho por conta da derrota dos catarinenses.

Mesmo sem jogar um futebol bonito, o Palmeiras fez o suficiente para vencer e voltou a assumir a liderança isolada, com 25 pontos, porque a Chapecoense perdeu para o Ceará, por 3 a 1, e ficou com 23 pontos, porém, com um jogo a menos: 11 a 10. O time cearense continua com 13 pontos, em 11.º lugar.


Caiu no Horto...
Dono do Estádio Independência, o América não estava fazendo valer o fator casa. Enquanto o Atlético-MG usou o local para ser campeão da Libertadores, o Coelho era presa fácil no seu mando de campo. Sua última vitória havia sido no dia 20 de março, por 5 a 0, contra o Guarani, de Divinópolis, pelo Campeonato Mineiro. Mas, na noite desta terça-feira, pela 11ª rodada, tudo mudou.

Com uma partida impecável do meia Rodriguinho, autor de três gols e de uma assistência, bateu o Sport, por 5 a 0, e acabou com o jejum de vitórias. Com isto, chegou aos 18 pontos, na sexta colocação Já o Leão, irreconhecível nesta noite, ficou com os 21, em terceiro, quatro pontos do líder Palmeiras.

Decepção na Arena
Saiu Arturzinho, entrou Ricardo Drubscky e o Joinville segue sem vencer após a Copa das Confederações. Logo na estreia de seu novo técnico, o time catarinense perdeu para o Boa Esporte, por 3 a 2, em plena Arena Joinville. O duelo contou com quatro gols logo nos primeiros 17 minutos.

Este é o quinto consecutivo sem vitórias do time catarinense, sendo dois empates e três derrotas. A má fase faz o clube estacionar nos 17 pontos, mas ainda próximo do pelotão de elite. Os mineiros, por outro, dão um salto na classificação e chegam aos 16 pontos, na parte de cima da tabela.

Valeu, Givanildo!
Parece que mudar de treinador faz bem ao Paysandu. Três dias depois da demissão de Givanildo Oliveira e sem um substituto definido, o time paraense venceu o Figueirense, por 2 a 1, no Estádio da Curuzu, em Belém. Assim que foi contratado para o lugar de Lecheva, Givanildo viu a vitória sobre o Paraná, por 2 a 0, no dia 4 de junho.

O Paysandu não vencia há três jogos e com o resultado deixou a zona de rebaixamento, saltando para o 15º lugar, com 12 pontos. Nesta quarta-feira, Arturzinho deve ser anunciado como novo treinador do clube paraense. Beneficiado por tropeços dos adversários, o Figueirense continuou na quarta colocação, com 19 pontos. No entanto, Paraná e América-MG encostaram.


Fim do jejum
O Avaí voltou a ter um desempenho bem abaixo do esperado, mas pela fase o que mais importante era o resultado. E foi por isso que os jogadores deixaram o campo comemorando. O time catarinense venceu o Atlético-GO, por 1 a 0, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis, com gol de Héracles.

O Leão acabou com o jejum de vitórias, que até essa terça-feira era de sete jogos, e saiu zona de rebaixamento, chegando aos 12 pontos. Já o Atlético conheceu a segunda derrota seguida e estacionou nos 13, podendo se aproximar ainda mais da degola no complemento da rodada.

Efeito Argel
Sob o comando de Argel Fucks, o América-RN chegou à sua segunda vitória consecutiva, desta vez sobre o ASA, por 2 a 0, no Estádio Barretão, em Ceará-Mirim (RN). Os gols da partida foram anotados pelo meia Almir e pelo atacante Vandinho.

Agora, com mais uma vitória o América-RN chegou aos 12 pontos e deixou a zona de rebaixamento: é o 15.º colocado. Situação contrária a do ASA, que com a derrota entrou na degola. O time alagoano permanece com dez pontos, mas agora em 17º.

Fim do jejum
O São Caetano encerrou uma série de quatro jogos sem vitória no Campeonato Brasileiro da Série B, quando venceu o ABC, por 2 a 1, no Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul. Os gols do Azulão foram anotados por Danilo Bueno e Geovane, enquanto Erick Flores descontou.

Com a vitória, o time paulista – que vinha dois empates e duas derrotas - chegou aos 13 pontos e assumiu a 13.ª posição. Já o ABC permanece com apenas seis pontos e na última colocação – em dez jogos são: uma vitória, três empates e seis derrotas.

Gol solitário
No duelo paulista disputado na cidade de Itápolis, o Oeste venceu o Guaratinguetá, por 1 a 0, no Estádio dos Amaros. O único gol da importante vitória foi anotado pelo zagueiro-artilheiro Adriano Alves, que chegou ao seu quarto gol nesta Série B.


Com a vitória, o time da casa se reabilitou da derrota para o Sport, por 2 a 0, chegando aos 15 pontos, em oitavo lugar. Enquanto isso, o visitante, que vinha de empate, por 1 a 1, com o Palmeiras, continua com 11 pontos, em 16.º.

Fraco, fraco...
Em um jogo de poucas emoções, Bragantino e Paraná apenas empataram sem gols, nno Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. O resultado foi ruim para ambos. Afinal, o time paulista perde pontos em seus domínios e desperdiça a chance de encostar no G4. Agora, ocupa a nona posição, com 15 pontos. Por outro lado, os panaenses chegam aos 19 pontos, mas ficam na quinta posição, fora da zona de acesso.


Confira os resultados da 11ª rodada

8 Vitórias Mandantes:
América-MG 5x0 Sport-PE
Palmeiras-SP 4x0 Icasa-CE
Ceará-CE 3x1 Chapecoense-SC
Paysandu-PA 2x1 Figueirense-SC
São Caetano-SP 2x1 ABC-RN
América-RN 2x0 ASA-AL
Oeste-SP 1x0 Guaratinguetá-SP
Avaí-SC 1x0 Atlético-GO

1 Vitória Visitante:
Joinville-SC 2x3 Boa Esporte-MG

1 Empate:
Bragantino-SP 0x0 Paraná-PR

terça-feira, 30 de julho de 2013

Felipão convoca seleção com só uma mudança em relação à Copa da Confederações

Fonte: Futebol Interior.
Edição; Jorge Luiz da Silva. Foto:Globo Esporte
Serrinha, BA (da redação Itinerante do Esporte Comunitário)


Dos 20 convocados, apenas o lateral Maxwell não participou da Copa das Confederações

A CBF divulgou nessa terça-feira, em seu site oficial, a convocação do técnico Luiz Felipe Scolari para o próximo amistoso da seleção brasileira, contra a Suiça, no dia 14 de agosto, na Basiléia. O técnico aproveitou a base do time que venceu a Copa das Confederação e convocou apenas um jogador que não estava no grupo campeão em junho.

O lateral-esquerdo Maxwell, do Paris Saint Germain foi lembrado por Felipão na vaga que pertencia até então a Felipe Luís. Todos os outros convocados faziam parte do elenco campeão da Copa das Confederações.

Além dos lateral-esquerdo, apenas três dos 23 campeões ficaram de fora dessa lista: o goleiro Diego Cavalieri, o zagueiro Réver e o meia Jadson.

Diante dos suíços, o Brasil irá buscar a sua sétima vitória consecutiva.
Esta série de triunfos começou com o placar de 3 a 0 obtido no amistoso contra a França, na Arena Grêmio, em 9 de junho, que foi o último de preparação para a Copa das Confederações, na qual a equipe de Felipão foi campeã com 100% de aproveitamento. Além dos 3 a 0 na final sobre a Espanha, superou Japão (também por 3 a 0), México (2 a 0), Itália (4 a 2) e Uruguai (2 a 1) na competição.

A CBF informou nesta terça-feira que a seleção irá embarcar para Basel no dia 11 de agosto e fará um treino de reconhecimento no Jakob Park às 11h15 (de Brasília) do dia 13, antes do confronto marcado para o dia 14.

Depois de encarar a Suíça, a seleção brasileira tem outro amistoso agendado para 10 de setembro, quando enfrentará Portugal, no Gillette Stadium, às 22 horas (de Brasília), em Boston, nos Estados Unidos.


Veja a relação dos 20 jogadores:

Goleiros:
Julio Cesar - Queens Park Rangers
Jefferson - Botafogo

Zagueiros:
Thiago Silva - Paris Saint Germain
David Luiz - Chelsea
Dante - Bayern de Munique

Laterais:
Daniel Alves - Barcelona
Jean - Fluminense
Marcelo - Real Madrid
Maxwell - Paris Saint Germain

Meio-campo:
Fernando - Shakhtar Donetsk
Hernanes - Lazio
Luiz Gustavo - Bayern de Munique
Paulinho - Tottenham Hotspur

Meia atacantes/ atacantes:
Oscar - Chelsea
Jô - Atlético Mineiro
Lucas - Paris Saint Germain
Hulk - Zenit
Bernard - Atlético Mineiro
Fred - Fluminense
Neymar - Barcelona

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Lista dos homens gols da Copa do Brasil, sub 17 registra um artilheiro negativo

Por: Jorge Luiz da Silva. Foto: atleticoparanaense.com
Salvador, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)



Após a realização de 36 jogos válidos pela primeira edição da Copa do Brasil, sub 17
foram marcados 107 tentos, por 82 homens gols.
Sendo que um deles, o jogador Crisan (Atlético-PR) vazou a meta do seu próprio goleiro,
se tornando o primeiro artilheiro negativo do certame.
Isso aconteceu durante o confronto de volta da segunda fase entre o Atlético-PR e o Ceará,
em 27/07, no estádio Francisco Muraro, na Capital Paranaense.


Mas no topo da artilharia quatro goleadores estão empatados, até o momento, com três gols.
Marco Damasceno (Atlético-PR), Fernando Dinis (Coritiba), Vitor Alex (Santos) e Joanderson Assis (São Paulo).


Raio-X

Vitórias mandantes: 17 (47,22%)
Vitórias Visitantes: 14 (38,89%)
Empates: 5 (13,89%)
Jogos: 36 (100,00%)
Gols mandantes: 60 (56,07%)
Gols visitantes: 47 (43,93%)
Total de Gols Marcados: 107 (100,00%)
Média de gols por partida: 2,97
Ataque Mais Positivo: São Paulo (10 gols)
Equipe que mais venceu: Atlético-MG (4 vezes)
Escore mais repetido: 2X1 (7 Vezes), 19,44%, de 36 jogos.


Série D: Três times virtualmente classificados; Londrina cai de novo

Fonte: Futebol Interior.
Postado por: Jorge Luiz da Silva.
Salvador, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)

Sergipe lidera grupo A4 do Brasileiro série D (Foto: Filippe Araújo / FSF)

Londrina acumulou a segunda derrota seguida na competição nacional

A sexta rodada do Campeonato Brasileiro da Série D foi encerrada neste domingo, com mais 11 jogos.
Os destaques ficam por conta de Tiradentes, Sergipe e Salgueiro, que estão virtualmente classificados.
Por outro lado, o Londrina, um dos favoritos ao acesso, perdeu a segunda seguida.

Nos clássicos estaduais, o Ypiranga venceu o Central, por 2 a 1, de virada, em Pernambuco.
Já em Goiás, o Aparecidense bateu o Goianésia, por 1 a 0, por fim, Juazeirense e Vitória da Conquista ficaram no 0 a 0, na Bahia.

Fotos: Futebol Interior.

Queda do LEC!
Em Lajeado, o LEC, mais uma vez, não jogou bem e foi presa fácil para Lajeadense, que venceu por 2 a 1. Os paranaenses tiveram um jogador expulso ainda no primeiro tempo, facilitando ainda mais a vitória gaúcha, que com os três pontos, assumiu a segunda colocação, com oito pontos. Mesmo com o tropeço, o Tubarão lidera, com nove. O Botafogo, representante paulista no Grupo A8, tem cinco, em quarto.

Mais uma derrota, CSA?
O CSA vive uma fase negra. Neste domingo, em Sergipe, foi facilmente superado pelo Sergipe, por 2 a 0, e continua sem somar nenhum ponto na competição. Em cincco jogos, são cinco derrotas. Por sua vez, o Sergipe chegou aos 13 pontos, líder do Grupo A4, praticamente classificado à próxima fase, já que tem cinco pontos a mais que o Botafogo, segundo.

No outro jogo do grupo, Juazeirense e Vitória da Conquista fizeram uma partida muito fraca tecnicamente, não saindo do empate sem gols em Juazeiro, com isto, o Vitória chegou aos sete, em terceiro, enquanto, o time de Juazeiro chegou aos cinco, em quarto.

Quem segura os cearenses?
O Tiradentes vem atropelando seus adversários na Série D. Neste domingo, passou por cima do Potiguar, em Fortaleza, no Presidente Vargas, vencendo por 3 a 0. Com isto, os cearenses chegaram aos 13 pontos, enquanto, os potiguares tem apenas um, na lanterna do Grupo A3.

No clássico pernambucano, o Ypiranga venceu de virada, o Central, por 2 a 1. O time de Caruaru abriu o placar com Felipe Almeida, aos seis, mas Danúbio e Dacio, garantiram a vitória da Máquina do interior. Com isto, o time de Santa Cruz do Capibaribe, chegou aos sete pontos, em segundo, enquanto, o Alvinegro ficou em terceiro, com seis.

Foto: Filippe Araújo / FSF

Empate morno!
Marcílio Dias e Villa Nova se enfrentaram em Itajaí, no Estádio Hercílio Luz, mas não sairam do empate por 0 a 0. Com isto, o Marinheiro se manteve na segunda colocação do Grupo A7, com oito pontos, enquanto, os mineiros estão na lanterna, com apenas quatro. O Santo André é o terceiro, com sete e o Penapolense vem em seguida, com seis.

Embolado!
O Goianésia era favorito no duelo contra o Aparecidense, mas em Goianésia, o time de Aparecida foi superior e venceu por 1 a 0, com gol de Cleitinho, aos 11 minutos do segundo tempo. Com isto, o Grupo A5 está todo embolado. O Mixto lidera com nove, o Aparecidense tem oito, em terceiro está o Goianésia com sete, seguido de perto pelo Águia Negra, cinco, e o Brasília, quatro.

Quem segura o Carcará?
O Salgueiro é um dos favoritos ao acesso à Série C. Neste domingo, em Salgueiro mostrou sua força e venceu o Ypiranga, por 2 a 0, com gols de Yerien e Canga, no segundo tempo. Com 11 pontos, o Carcará lidera o Grupo A2, enquanto, os amapaenses estão em quarto com quatro.

Surpresa!
O Náutico, de Caracaraí, em Roraima, conseguiu sua segunda vitória seguida na Série D. Neste domingo bateu o Paragominas, por 3 a 0, sem encontrar muitas dificuldades. Com isto, chegou aos seis pontos, na terceira colocação, e mantém vivo o sonho da classificação. Por sua vez, os paraenses lideram com dez.

No fechamento do Grupo A1, o Plácido de Castro bateu o Genus, por 1 a 0, chegando aos dez pontos, tranquilo na segunda colocação. Por sua vez, os rondonienses estão em na lanterna, com quatro derrotas, em quatro jogos.

No fechamento do Grupo A1, o Plácido de Castro bateu o Genus, por 1 a 0, chegando aos dez pontos, tranquilo na segunda colocação. Por sua vez, os rondonienses estão em na lanterna, com quatro derrotas, em quatro jogos.
Sergipe vence CSA por 2 a 0 (Foto: Filippe Araújo / FSF)

Confira os resultados da 6ª rodada

9 Vitórias Mandantes:
Náutico-RR 3x0 Paragominas-PA
Tiradentes-CE 3x0 Potiguar-M-RN
Lajeadense-RS 2x1 Londrina-PR
Ypiranga-PE 2x1 Central-PE
Salgueiro-PE 2x0 Ypiranga-AP
Sergipe-SE 2x0 CSA-AL
Gurupi-TO 1x0 Parnahyba-PI
Penapolense-SP 1x0 Santo André-SP
Plácido de Castro-AC 1x0 Genus-RO

4 Vitórias Empates:
Aracruz-ES 0x0 Nova Iguaçu-RJ
Juazeirense –BA 0x0 Vitória da Conquista-BA
Marcílio Dias-SC 0x0 Villa Nova-MG
Botafogo-SP 1x1 J. Malucelli-PR

3 Vitórias Visitantes:
Araxá-MG 1x3 Resende-RJ
Goianésia-GO 0x1 Aparecidense-GO
Mixto-MT 0x1 Brasília-DF


Série C: Em tarde de mandantes, CRB respira e Guarani vence outra

Fonte e fotos: Futebol Interior.
Postado por: Jorge Luiz da Silva.
Salvador, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)


Sete jogos deram sequência à sexta rodada domingo. Sampaio, perdeu, e Caxias, empatou, mas lideram os grupos

O domingo foi dos mandantes na Série C do Campeonato Brasileiro. Águia, Guarani e CRB se deram bem jogando diante seus torcedores. Enquanto os paulistas chegaram ao sexto jogo sem sofrer gol e a terceira vitória, os alagoanos venceram na estreia de Roberval Davino e respiraram na classificação. Mesmo perdendo, o Sampaio Corrêa, lidera o Grupo A, enquanto o Caxias, que empatou em casa, lidera o Grupo B.

Em Campinas, no Estádio Brinco de Ouro, o Guarani mostrou futebol competitivo e mais um vez saiu de campo com vitória. Na manhã deste domingo, o time campineiro derrotou o Duque de Caxias, por 1 a 0. De quebra, a equipe igualou um recorde de 25 anos de seis jogos sem tomar gols.

Com isto, o Guarani chegou ao terceiro lugar, com 12 pontos, junto com o Mogi Mirim, que leva vantagem no saldo de gols (6 a 3). Os cariocas estão na zona de rebaxaimento com quatro pontos. Pela mesma chave, outros dois empates.

No Estádio Serra Dourada, mesmo contando com o apoio de mais de 18 mil pagantes, o Vila Nova não conseguiu passar de um empate contra o Betim, por 0 a 0. Os goianos estão em quarto, com onze pontos, enquanto os mineiros estão em sétimo, com seis.

Também contando com grande presença de público - mais de 8 mil torcedores, o líder Caxias ficou no empate sem gols com o Madureira. Invicto, o time gaúcho segue na ponta da chave com 14 pontos. Os cariocas estão em sexto com oito.


Bons resultados
No jogo que marcou a estreia do novo treinador, Roberval Davino conseguiu fazer o CRB reencontrar o caminho das vitórias. Na tarde deste domingo, o time alagoano bateu o Luverdense, por 2 a 0, no Estádio Rei Pelé, em Maceió.

O duelo marcou o reencontro de Roberval com seu ex-time. Durante o primeiro semestre, o técnico esteve à frente do time mato-grossense. Com o resultado, o CRB subiu para os nove pontos e respirou na luta contra a degola do Grupo A, chegando ao oitavo lugar. O Luverdense é o quarto com onze.

Quem faz companhia ao Luverdense é o Águia. Com uma virada incrível, o time paraense marcou dois gols em três minutos, no final da partida, e derrotou o Brasiliense, por 2 a 1, no Estádio Zinho de Oliveira, em Marabá.

Os paraenses chegaram aos mesmos onze pontos, mas estão fora da zona de classificação por ter um saldo de gols menor (5 a -2). O Brasiliense segue no meio da tabela com dez pontos.


O último dos invictos
O Cuiabá quebrou a invencibilidade do Sampaio Corrêa na Série C do Brasileiro, ao bater a Bolívia Querida, por 1 a 0, no estádio Presidente Dutra, o Dutrinha, em Cuiabá, nesta tarde. Fernando, de pênalti, marcou no segundo tempo da partida e chegou à artilharia da competição com 7 gols. Foi a quarta vitória do Dourado da Baixada na competição.

Com o resultado o Cuiabá chegou aos 13 pontos, subiu duas posições, e assumiu a vice-liderança da Série D com um jogo a menos. O Sampaio Corrêa permaneceu com 14 pontos e, apesar da derrota, segue ainda na liderança da competição.

Santa Cruz decepciona
O Santa Cruz continua decepcionando sua torcida em momentos cruciais. Precisando vencer para enfim entrar no grupo de classificação para a segunda fase da Série C, o Coral foi apático e acabou sendo derrotado para o Baraúnas por 2 a 0, em pleno Estádio do Arruda. O embate valeu pela sexta rodada da competição. Os dois gols do Leão foram marcados por Radames.

A vitória ainda não tira o Baraúnas da zona de rebaixamento, porém, fez com que o time continuasse respirando, uma vez que agora está apenas a dois pontos do CRB, primeiro time fora do descenso.

Por outro lado, a derrota não atrapalhou tanto a vida do Santa Cruz, mas já está na hora de emplacar de vez entrar no G4. O Coral é o sexto colocado com dez pontos, a um do Luverdense, primeiro time dentro do grupo de classificação.

Confira os resultados da 6ª rodada

6 Vitórias Mandantes:
Mogi Mirim-SP 4x0 Crac-GO
Fortaleza-CE 3x2 Treze-PB
Águia-PA 2x1 Brasiliense-DF
CRB-AL 2x0 Luverdense-MT
Cuiabá-MT 1x0 Sampaio Corrêa-MA
Guarani-SP 1x0 Duque de Caxias-RJ

2 Vitórias Visitantes:
Grêmio Barueri-SP 1x3 Macaé-RJ
Santa Cruz-PE 0x2 Baraúnas-RN

2 Empates:
Vila Nova-GO 0x0 Betim-MG
Caxias-RS 0x0 Madureira-RJ

Cruzeiro carimba as faixas do rival Atlético-MG e assume a liderança do Brasileirão

Fonte e Fotos: Futebol Interior. Escudos: Globo Esporte
Postado por: Jorge Luiz da Silva.
Salvador, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)


Raposa fica na briga pela liderança, enquanto São Paulo interrompeu série de 8 derrotas seguidas.

De ressaca pelo inédito título da Taça Libertadores, o Atlético Mineiro foi goleado pelo Cruzeiro, por 4 a 1, neste domingo à tarde, no principal destaque da nona rodada do Campeonato Brasileiro.
No Pacaembu, Corinthians e São Paulo ficaram no zero a zero, enquanto, o Grêmio fez 2 a 0
sobre o Fluminense e o lanterna Náutico ganhou do Internacional, por 3 a 0, em Pernambuco.

A goleada deixou a Raposa na liderança com 18 pontos, igual ao Internacional.
O time mineiro, porém, tem um jogo a menos do que o Colorado e ainda tem melhor saldo de gols: 14 a 3 (mesmo número de vitórias - 5).


Botafogo e Coritiba que poderiam ultrapassar estes dois líderes, tropeçaram à noite, com empates.
O Bota empatou o clássico com o Flamengo, por 1 a 1, no Maracanã,
enquanto o Coxa, no Estádio Couto Pereira, empatou com o Vitória, por 1 a 1.
Por isso, o Botafogo fica em terceiro e o Coritiba, em quarto,
ambos com 17 pontos, fechando a zona de classificação à Taça Libertadores.

O Grêmio também subiu bem, com 15 pontos, em quinto lugar.
O Corinthians continua numa posição intermediária, com 11 pontos.
O Atlético Mineiro, que só agora vai se concentrar no Brasileiro, tem 10 pontos.
 

TRICOLORES EM BAIXA
Pior mesmo para o São Paulo que continua na zona do rebaixamento, com apenas nove pontos, porém, com dois jogos a mais do que seus concorrentes.
O Tricolor antecipou seus jogos porque vai disputar alguns amistosos no exterior.
O empate interrompeu uma série de oito derrotas seguidas,
mesmo assim o time não vence há 12 jogos, um recorde negativo.

O Fluminense também está mal na tabela, com apenas nove pontos, na zona de degola, em 17.º lugar.
Esta foi a sua quinta derrota consecutiva.

E mesmo vencendo, o Náutico não foi tão longe, porque ficou com sete pontos
e se igualou à Portuguesa, agora lanterninha pelo número de vitórias: 2 a 1.
A Lusa demitiu o técnico Edison Pimenta.

Confira os resultados da 9ª rodada


3 Empates:
Corinthians-SP 0x0 São Paulo-SP
Coritiba-PR 1x1 Vitória-BA
Flamengo-RJ 1x1 Botafogo-RJ


6 Vitórias Mandantes:
Cruzeiro-MG 4x1 Atlético-MG
Vasco da Gama-RJ 3x2 Criciúma-SC
Náutico-PE 3x0 Internacional-RS
Bahia-BA 2x1 Goiás-GO
Grêmio-RS 2x0 Fluminense-RJ
Ponte Preta-SP 1x0 Santos-SP


Vitória Visitante:
Portuguesa-SP 2x3 Atlético-PR



A próxima rodada será realizada no meio de semana, com 8 jogos na quarta e 2 na quinta-feira.

10ª RODADA
31/07 - 19h30
Fluminense-RJ
x
Cruzeiro-MG
31/07 - 19h30
Atlético-MG
x
Atlético-PR
31/07 - 19h30
Portuguesa-SP
x
Criciúma-SC
31/07 - 21h00
Coritiba-PR
x
Ponte Preta-SP
31/07 - 21h50
Bahia-BA
x
Flamengo-RJ
31/07 - 21h50
Corinthians-SP
x
Grêmio-RS
31/07 - 22h00
Internacional-RS
x
Santos-SP
31/07 - 22h00
Náutico-PE
x
São Paulo-SP
01/08 - 19h30
Botafogo-RJ
x
Vitória-BA
01/08 - 21h00
Goiás-GO
x
Vasco da Gama-RJ

domingo, 28 de julho de 2013

Rubro-negro aguenta pressão e empata com Coritiba no Couto Pereira

Por: Eudes Benício. Fonte: Ibahia
Fotos: ecvitoria.com.br / ecvitorianoticias.com / Ibahia.
Salvador, BA (da redação Itinerante do Esporte Comunitário)


Maxi marcou no início e se isolou na artilharia, com sete gols.
Alex fez para os donos da casa.

O Leão tentou, mas não conseguiu acabar com o último invicto do Brasileirão 2013.
O Rubro-negro encarou o Coritiba na noite deste domingo (28), saiu na frente no placar, mas acabou no empate no Couto Pereira.
O gol rubro-negro foi marcado por Maxi, artilheiro isolado do campeonato com sete gols, e Alex fez para o Coxa, com uma bela cobrança de falta no final do primeiro tempo.
O Vitória ainda teve que aguentar a pressão na etapa final e conseguiu segurar o resultado na nona rodada.

Com o ponto somado fora de casa, o Rubro-negro foi a 15, mas permaneceu na sexta posição na tabela, a mesma em que começou a partida. O Coritiba, que chegou aos 17 pontos, também não mudou de lugar na classificação e segue em quarto, dentro do G-4. O Vitória volta a jogar fora de casa na próxima rodada, a 10ª do campeonato. O Leão parte para o Rio de Janeiro e encara o Botafogo, no Maracanã, na quinta-feira (1º), a partir das 19h30. O Coritiba segue em casa e na quarta-feira (31) recebe a Ponte Preta para o duelo a partir das 21h.


O jogo - O Coritiba quis mostrar serviço logo que a bola rolou no Couto Pereira. Os donos da casa partiram com mais vontade para articular o ataque e quase abriram o placar, logo aos quatro minutos. Depois da troca de passes, Alex recebeu na entrada da área, dominou, puxou para a perna esquerda e mandou a bomba no travessão. A bola ainda foi desviada por Wilson, Bill tentou completar de cabeça na volta, mas não conseguiu.

Na espreita e na espera pelo bote certeiro, o Vitória também saiu para o jogo e ligou o ataque com eficiência aos oito minutos para abrir o placar. No lance pela esquerda, Maxi recebeu bom lançamento, dominou na entrada da área, invadiu e mandou a bomba no canto do gol de Vanderlei, sem defesa. O Coritiba tentou recuperar o ritmo de antes de tomar o gol, mas o Leão fez jogo consciente para não deixar os donos da casa gostarem do jogo novamente.

Tamanha foi a cadência rubro-negra que o Coxa só voltou a assustar aos 29'. Depois do cruzamento de Robinho da direita, Bill pegou mal no cabeceio, sozinho na área, e desperdiçou a chance mandando a bola por cima do gol. O Coritiba teve nova chance na bola rolada por Geraldo para Alex, na entrada da área, que chutou rasteiro mas não impediu a defesa de Wilson. Mas antes do primeiro tempo terminar, nos acréscimos, Alex foi certeiro no lance de bola parada. Na cobrança de falta da entrada da área, ele cobrou com perfeição e igualou o placar com um golaço, pouco antes do apito para o intervalo.

Na volta para o segundo tempo, o jogo recomeçou com ritmo e nível abaixo do que terminou a primeira etapa. A disputa ficou mais truncada e demorou até que um dos times chegasse com real perigo para o gol adversário. A primeira vez que o Coxa esteve mais perto do gol da virada foi aos 19', na cobrança de falta da entrada da área. Botinelli fez a cobrança, chutou forte direto para o gol e Wilson conseguiu espalmar para longe em boa defesa.

O Coxa acabou ganhando mais espaço em campo e passou a colocar pressão no Rubro-negro na segunda metade da etapa final. Por muito pouco os donos da casa não viraram o jogo aos 28'. Bill chutou para o gol, Alex foi emcima da linha para completar, mas Michel colocou o pé e salvou antes do cabeceio que acabaria na rede. O chute forte de Lincoln, aos 39', também foi com perigo para o gol, mas Wilson fez boa defesa e impediu mais uma vez a virada do Coxa. Os acréscimos ainda guardaram uma bola no travessão do gol rubro-negro, colocada por Alex, e o empate persistiu.

Coritiba 1 x 1 Vitória - 9ª rodada do Campeonato Brasileiro - Série A
Data: 28/7/2013, dom, 18h30
Local: estádio Couto Pereira, em Coritiba
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP)
Assistentes: Celso Barbosa de Oliveira (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)

Coritiba: Vanderlei; Victor Ferraz, Emerson, Chico e Ibérbia; Júnior Urso (William), Robinho, Bottinelli (Lincoln) e Alex; Geraldo e Bill (Keirrison). Técnico - Marquinhos Santos

Vitória: Wilson; Gabriel Paulista, Victor Ramos, Fabrício e Danilo Tarracha; Michel, Caceres, Escudero e Cajá (Vander); Maxi (Camacho) e Dinei (André Lima). Técnico - Caio Júnior.

Com dois de Marquinhos, Bahia vence Goiás na Fonte Nova e encosta no G4

Por: Hailton Andrade. Fonte: Ibahia
Fotos: Will Vieira.
Salvador, BA (da redação Itinerante do Esporte Comunitário)


Meia-atacante do Bahia marcou os dois gols do triunfo por 2 a 1 sobre o Esmeraldino, fazendo o time assumir o 5º lugar na Série A

Marquinhos voltou ao time após cumprir suspensão e justificou a escolha do técnico Cristóvão Borges, que optou por uma equipe mais ofensiva para partida deste domingo (28). O meia-atacante marcou os dois gols do Bahia no triunfo por 2 a 1 sobre o Goiás, na Fonte Nova, tornando-se o grande destaque da partida. Thiago Mendes descontou para os goianos. O resultado fez o Tricolor encostar no G4 do Brasileirão.

Com o resultado, o Bahia chegou aos 16 pontos e alcançou a quinta colocação na tabela do campeonato, ultrapassando o rival Vitória, que empatou com o Coritiba e está em sexto. O Goiás ficou na décima posição, com 12 pontos conquistados. Na próxima rodada, o Esquadrão de Aço encara o Flamengo, na mesma Fonte Nova. O jogo será às 21h50 de quarta-feira (31). O time Esmeraldino pega o Vasco na quinta (1º), às 21h, no Serra Dourada.


O jogo - Com um time mais ofensivo, a proposta do técnico Cristóvão Borges era resolver logo a parada e, aos 2 minutos de jogo, Marquinhos balançou as redes após bela jogade de Anderson Talisca, que invadiu a área e tocou rasteiro, deixando o companheiro na cara do gol. Apesar do começo eletrizante, o Tricolor ainda não trabalhava a bola com qualidade e o Goiás cresceu na partida.

Aos 11, Walter recebeu a bola na entrada da área, girou com velocidade e chutou perto da trave direita de Marcelo Lomba, que só olhou. Após o susto, o goleiro tricolor precisou trabalhar. Aos 27, Walter deixou William Matheus na cara do gol e o ex-lateral-esquerdo do Bahia chutou para grande defesa de Lomba. O Bahia acordou aos 32 e respondeu com gol. Fernandão escorou lançamento oriundo do campo de defesa e deixou Marquinhos de frente com Renan. Ele ampliou o placar para o Bahia e comemorou o seu segundo tento na partida.

Só que o Goiás não abaixou a cabeça e partiu para cima, diminuindo com Thiago Mendes pouco mais de um minuto depois. Zaga do Esquadrão vacilou e ele pegou rebote livre de marcação para marcar. O jogo recomeçou e quase o Esmeraldino empatou, mas Lomba salvou o Bahia após chute de Clayton Sales. Na sobra, o paredão tricolor ainda evitou o gol de Walter, que chutou rasteiro. Clayton Sales voltou a arriscar aos 39, ,as o tiro forte passou perto do travessão, direto para fora. Aos 40, Lomba ainda fez outra boa defesa depois de chute de Ramon, que recebeu passe de Walter.

No segundo tempo, o jogo não foi tão eletrizante e poucos lances merecem destaque. Aos oito, o Bahia chegou com perigo após chute de Hélder, que recebeu passe de Fernandão na entrada da área e mandou nas mãos de Renan. Aos 23, Marquinhos arriscou de longe e goleiro do Goiás teve dificuldade para fazer a defesa.

Aos 24, o atacante Walter se esquivou da zaga tricolor e chutou para defesa de Lomba, assustando a torcida tricolor na Fonte Nova. Apesar do sufoco em grande parte do segundo tempo, o Bahia se segurou bem e evitou que o Goiás criasse boas jogadas. No final, o time de Cristóvão quase ampliou. Hélder chutou forte e Dudu Cearense desviou para escanteio, mesmo assim a bola ainda passou perto do travessão. Junto com o apito final, veio a festa tricolor.


Bahia x Goiás - 9ª rodada do Campeonato Brasileiro - Série A
Data: 28/7/2013, dom, 18h30
Local: Arena Fonte Nova, Salvador
Árbitro: Paulo Henrique Godoi Bezerra (SC)
Assistentes: Katiuscia Berger Mendonça, Ângelo Rudimar Bechi

Bahia: Marcelo Lomba; Madson, Rafael Donato, Titi e Raul; Feijão, Hélder, Anderson Talisca e Marquinhos (Fahel); Wallyson e Fernandão (Obina). Técnico - Cristóvão Borges.

Goiás: Renan; Clayton Sales (Dudu Cearense), Ernando, Rodrigo e William Matheus; Amaral, Thiago Mendes, Ramon (Tartá) e Renan Oliveira; Araújo (Neto Baiano) e Walter.
Técnico - Enderson Moreira.