terça-feira, 30 de abril de 2013

Contusão de Jairo complicou ainda mais a situação da Aaps

Enviado por: zecarlosdivinal@
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)


Boa noite!
Segue o relatório do time da AAPS.
Iniciamos a partida dentro do horário normal, apesar da distancia.
O jogo no primeiro tempo foi bem disputado com superioridade do time da casa que tem um bom conjunto e sabe explorar muito bem as dimensões do campo.
Tivemos problemas em montar o time porque alguns atletas da AAPS não puderam comparecer.


Tomamos 2 a 0 no primeiro tempo de bolas paradas, nas proximidades da área.
E também perdemos o volante Jairo, o que complicou mais ainda o time para o segundo tempo.
Na segunda etapa recuamos o time para explorar o contra ataque, mas não conseguimos.
Faltou perna em alguns jogadores.
A única bola que foi na área do time do Copo Louro Bujão marcou para a AAPS.


Parabéns ao Copo que aproveitou para golear por 6 a 1, aproveitando nossas falhas.
após o jogo o copo deu uma aula de civilidade mostrando como é organizado, antes durante e depois da partida.
Saudações!
José ferreira do Amor Divino – Zeca Divinal (Técnico da Aaps)


O Sukatão perdeu o duelo, mas não se curvou diante do gigante

Enviados por: aldo_geografia@
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)
Foto enviada por Josenaldo Silva




Boa tarde Jorge,
Segue meu relato referente a partida entre Sukatão x Acec.
Como todos imaginavam seria uma partida belíssima, como de fato foi.
Pois enfrentar o líder e favorito não seria fácil, porém o time do Sukatão valorizou demais a vitória do Acec.


Afinal, se trata de um time com melhor elenco, mas em nenhum momento o Sukatão se curvou diante do gigante, onde o resultado final evidenciou que pode ser possível jogar de igual pra igual com um time que todos desde o inicio do campeonato já consideram campeão.
Ora, realmente eles tem elenco para chegar a esse êxito, e não será surpresa caso aconteça.


Quanto ao árbitro, achei inseguro em alguns momentos da partida, mas não influenciou no resultado final.

Destaques do Acec: Nenem, Cleilton e Jean;
Público: 550 expectadores;
Torcida adversária: muito comportada;
Grato, Antonio Aldo Ferreira de oliveira - presidente do Sukatão.

O Cajueiro teve que jogar muito para construir o placar favorável

Enviado por: kellybsenna@
Para: Jorge Luiz (jolusi54@hotmail.com)
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)




Boa Tarde Jorge e a todos.
O escrete de Bau apesar de ser um dos times “considerado fraco”, nos deu muito trabalho.
Não foi fácil ganhar deles.


O Cajueiro teve que jogar muito para construir o placar favorável.

Todos os integrantes da agremiação que manda os seus jogos no Estrelão merecem os nossos  parabéns.
Comportaram-se muito bem.


Os atletas se preocuparam somente em jogar bola.
Teve um cartão amarelo, devido a um lance que chegou a tirar um dos meus jogadores de campo, mas foi sem maldade.
Foi um lance casual.

Um abraço, João Gella.

Santa Fé parabeniza a diretoria e os atletas da Sucam

Enviado por: juniorbigod@
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)



Bom dia Jorge e Desportistas!
Segue o relatório do dia 28/04/13 referente ao jogo Santa Fé 1x0 Sucam,
com cerca de 300 torcedores comparecendo ao Bandeirão para assistir a partida.


Jogo bastante movimentado durante os 70 minutos, onde observamos vários jogadores
que não vinha atuando frequentemente e tiveram a oportunidade nesse duelo.
Com algumas contusões e desfalques não foi o mesmo futebol das outras partidas,
mas o suficiente para vencermos com placar mínimo que credenciou a nossa permanência no G4,
levando a vantagem para a outra fase da XI Copa Másters.

Até que tivemos durante a partida diversas chances de aumentar o placar, mas a dificuldade de alguns atletas
em finalização e a ansiedade de fazer o gol acabou prejudicando, fato esse que devemos melhorar
na próxima partida contra a boa equipe do Cajueiro no mata-mata, se quisermos prosseguir na competição.


Arbitragem tranquila sem maiores problemas.


O adversário bem postado em campo com algumas peças em destaques:
Franklin, Val Careca e Nego, valorizando demais a nossa vitória.
Parabenizar toda diretoria da Sucam, e os seus atletas, mesmo sem chance de classificação se empenharam
como se tivessem buscando uma classificação para uma final.
Em especial aos amigos: Ney, Edvaldo e o velho Gago.    
No mais agradecer a toda torcida do Santa Fé presente ao Bandeirão
em uma manhã agradável e fria para torcer e vibrar pela sua equipe.
Alexandre Júnior- Júnior Bigode- Técnico do Santa Fé.

Grande vitória faz esquecer o apagão

Enviado por: edm.trabuco@
Serrinha, BA (da redação Itinerante do Esporte Comunitário) 



Boa noite Jorge, nada melhor do que uma grande vitória para esquecer o apagão da rodada anterior.
Quero iniciar meu relatório destacando duas coisas:


O jogo dos parentes - Tonho Duque, Jerry, Jairo (Aaps) / Bento, Catinha, Rubem, Marlon (Copo).
O outro destaque foi a disputa saudável da artilharia entre Tyrone do Copo e Beleza do Acec.
Na verdade a Copa Masters proporciona ao torcedor rever grandes craques das décadas de 80 e 90 atuando em grande estilo.
Tyrone e Bento, Beleza e Nenga Matos, Tonho Duque e Jerry, Atanásio e Bica, Bago e Pião, Evaldo, Carlinhos Ray, Ivan Queiroz, entre outros.
A Copa Masters é reviver.


Bem, recebemos os amigos da Aaps na melhor maneira possível, São Pedro colaborou e o campo deu total condições de jogo.
Entramos em campo dentro do horário previsto, pelo relógio de Marlon.
Na preleção teríamos que esquecer o jogo passado e focar no presente para levantar a moral da equipe e devolver a confiança ao grande número de torcedores que compareceu para apoiar o copo.


Dentro e fora de campo tudo dentro da mais completa normalidade, as equipes se respeitando e jogando bom futebol.
Quanto ao árbitro fez um grande trabalho.


Graças a Deus a equipe voltou a jogar bem e conseguiu seu objetivo uma expressiva vitória.
O destino traçou novamente o confronto com os amigos da Aaps no mata mata.
Mas domingo é outro jogo, uma nova história que iremos contar a partir das 8h30.


Quero parabenizar os visitantes pelo excelente comportamento.
Os destaques: Tonho Duque, Jerry e Jorge Germano.
Agradeço em especial a Gil de Roque pelo apoio e finalizar abraçando a todos.
Edmário Trabuco de Queiroz (Dirigente e atleta).

Goleiro fica de bronca com jogadores que deixam time na mão

Enviado por: jerryfla2007@
Serrinha, BA (da redação Itinerante do Esporte Comunitário) 


Olá meu bom e grande amigo Jorge!
Olha só quero ressaltar uma coisa, gostaria de deixar bem claro que estou muito chateado com alguns jogadores de minha equipe, pois não assumiram o compromisso com o nosso time não só na partida contra o excelente
time do copo, quanto em outras partidas, nós deixando na mão, isso pra mim é coisa de homem sem palavra.

Nosso time (Aaps) completo tenho certeza que estáriamos numa melhor colocação e nem tomava essa goleada contra o Copo.
Deixo aqui o meu abraço
e torcer para que no próximo domingo os nossos jogadores compareçam e assumam o seus compromissos.
Jerry Mota (Goleiro do Aaps)


segunda-feira, 29 de abril de 2013

Acec mantém a liderança e a invencibilidade após nove duelos na XI Copa Masters

Por: Jorge Luiz da Silva. Fotos enviadas por Josenaldo Silva.
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)


O público realmente prestigiou o maior clássico da 9ª rodada da décima primeira edição da Copa Masters realizado neste domingo, 28, no Denokão, bairro da Cidade Nova, entre o Sukatão e o atual líder invicto Acec.

Os 500 expectadores que marcaram presença sentiram grandes e fortes emoções durante os setenta minutos do empolgante duelo,
Logo nos minutos iniciais os goleiros foram obrigados a praticar arrojadas intervenções e o gol de abertura nasceu aos 19 minutos assinalado pelo oportunista Bica, usando a cabeça para quebrar a longa série invicta do arqueiro Gordinho, que não conseguiu passar da marca de 371 minutos consecutivos sem sofrer um gol sequer.


Dessa forma Liu, do Copo agradece e continua com 40 minutos na frente,
o que representa 411 minutos consecutivos sem ter a sua meta vazada, na competição.


No entanto, aos 28’, o zagueiro Zé Carlos Ramos, camisa 3, também usou a cabeça para cumprimentar o arqueiro Metal estabelecendo a igualdade no placar.
E um minuto depois Beleza marcou o gol da virada, o seu gol de número 10, no certame.


Mesmo com a vantagem no placar o Acec pressionava e era pressionado.


Ficou um jogo de “lá e cá”.
Os homens de meio campo criando as jogadas, os zagueiros e os guarda metas barrando
as investidas dos setores ofensivos gerando um equilíbrio entre mandantes e visitantes, até que aos 69 minutos, quando o árbitro Luciano Cerqueira já consultava o seu cronômetro, o lateral Zé Carlos Nascimento escreveu o seu nome na lista dos goleadores da partida.


E as emoções continuavam mais fortes do que nunca e um minuto depois só deu tempo para Sirica, o camisa 11, balançar a rede do goleiro Jean, que havia entrado no intervalo substituindo Gordinho.
E ponto final.


A vitória sorriu pela oitava vez, em nove jogos para o escrete acequiano, que continua sendo o único invicto da competição e líder absoluto, agora com 25 pontos.


Jogo, 45- Sukatão 2x3 Acec
Gols: Bica (19’, de cabeça) e Sirica (70’), Sukatão.
Zé Carlos Ramos (28’, de cabeça), Beleza (29’) e Zé Carlos Nascimento (69’), Acec.


Cartões Amarelos: Atanásio, Cris, Metal e Quaresma (Sukatão).
Zé Carlos Ramos, Ninho, Bebeto e Raimundinho (3º) 17/02 e 24/03 (Suspenso), Acec.
Local: Denokão. Público: 500 expectadores.


Árbitro Central: Luciano Cerqueira.
Assistentes: Juranildo Pinheiro Nogueira e José Carlos Nunes de Souza.
Mesário: Wildon Roque Pereira Santos.


Sukatão: Metal; Caetano, Val Grande, Silvano Sales e Toinho Souza; Quaresma, Atanásio e Cris; Juca, Bica e Sirica. Técnico: Silvano Araújo.


Acec: Gordinho (Jean); Zé Carlos Nascimento, Zé Carlos Ramos, Nenen e Granfuzí (Ninho); Gi, Cleilton e Beleza; Raimundinho (Toicinho), Geo Coco (Jorge Uzzo) e Gilson (Bebeto). Joaquim Pimentel.

Ausência de jogadores mais uma vez prejudica o Alto Sereno que perde no Kelezão

Por: Jorge Luiz da Silva. Foto enviada por Sandro Queiroz.
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)



O Alto Sereno foi ao Kelezão enfrentar a Lagoa de Fora pensando em conquistar um bom resultado para melhorar a sua posição na tabela de classificação.

Só que mais uma vez alguns dos seus titulares absolutos
e outros que integram o elenco não compareceram e a comissão técnica ficou em situação difícil para escalar a equipe, porque somente 14 jogadores se apresentaram para o confronto.
Assim mesmo dois deles, ainda chegaram praticamente na hora do início da partida.


Apesar dos contratempos os jogadores que vestiram a camisa souberam honrá-la
dificultando as coisas para o dono da casa.
Perderam o jogo, mas mostraram um futebol aguerrido e de boa vontade.


A Lagoa de Fora por sua vez soube aproveitar as deficiências do adversário e construiu o placar que lhe rendeu mais três pontos, assegurando, até então, o quinto lugar no certame.


Jogo, 44- Lagoa de Fora 2x0 Alto Sereno
Gols: Gó (24’) e Gel Sena (63’).
Local: Kelezão. Público: 250 expectadores.


Árbitro Central: Manoel Paciência
Assistentes: Lorito Brito Ferreira e João dos Santos Ferreira
Mesária: Valdira Leite de Jesus.


Lagoa de Fora: Neguinho; Val do Feijão, Naciba, Gel Sena e Ivan (Mola); Juju, Alemão e Mariano; Gó, Di (Rick) e Nego Rildo.. Técnico: Edvan Leite de Souza.
Cartão Amarelo: Ivan.


Alto Sereno: Kaminhão (Fio); Sandro Queiroz, Vone, Barriga e Baixinho (Marcos);  Donga, Chocolate e Ivanilson; Nikaninha (Lila), Girlan e Shell. Técnico: Edson Brito de Souza.

Cajueiro goleia o Baú e dá show de bom comportamento

Por: Jorge Luiz da Silva. Foto: Ariedson Cordeiro.
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário) 


Quando a comissão técnica do Cajueiro pode contar com os seus principais atletas,
os resultados positivos logo aparecem.
E nesse domingo, 28, não foi diferente.
É bem verdade que o adversário vem fazendo uma campanha abaixo da crítica, mas o triunfo conquistado pelo elenco do cajueirão foi expressivo.
5 a 1 mostrou que essa é a melhor formação do escrete.


E com mais um detalhe.
Os atletas que vestiram a camisa da equipe durante esse confronto ainda tiveram um comportamento exemplar.
Após os setenta minutos nenhum cartão ficou registrado na súmula.
Além da chuva de gols um autêntico show de bom comportamento.


Jogo, 43- Cajueiro 5x1 Baú
Gols: Tuca Maya (7’, de cabeça; e 45’); Val Peró (26’), Bell (27’) e Meuma (70’), Cajueiro. Elielcio (51’), Baú.
Local: Cajueirão. Público: 300 expectadores.


Árbitro Central: Ariedson Cordeiro
Assistentes: Jeferson Mota Santana e Regivaldo Celestino dos Santos
Mesário: Gilvan Damasceno.


Cajueiro: Barrão (Ceará); Diodai (Bu), Genne, Bolinha (Gil Lima) e Rivaldo (Meuma); Bell (Rege), Cal Bispo (Gil Muricy) e Val Peró;
Edinho Vila, Titto (Ró) e Tuka Maya.


Baú: Kito; Dão Tista, Nilton, Cutuíca e Celso Oliveira; Nen Tebaia, Elielcio e Biriba; Dal, Neri Gato (Cary) e Bidô.
Cartão Amarelo: Dão Tista.

No confronto entre parentes e amigos, a amizade foi jogada para escanteio e o Copo goleou impiedosamente

Por: Jorge Luiz da Silva. Foto enviada por Marlon Nunes.
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)


O segundo encontro mais esperado da edição atual da Copa Masters aconteceu neste domingo, 28, em Barrocas.

De um lado o centro-avante Catinha vestindo a camisa 9, do Copo.
Do outro, seu irmão Jerry, vestindo a camisa 1, do caçulinha escrete da Aaps,
além de outros parentes e amigos integrantes da Asssociação amigos para sempre.


A expectativa não estava sendo motivada pela rivalidade,
mas pela amizade e parentesco que imperava entre a maioria dos atletas das duas equipes.
No entanto, não teve amizade “certa”, o Copo que havia sido quebrado na rodada anterior,
terminou descontando tudo em cima dos visitantes, com juros e correção.


Catinha, não marcou, porém Tyrone, mais do que faminto assinalou logo três, assumindo o topo da artilharia, agora com 11 gols.
Liteta, também deslanchou e balançou a rede de Jerry, em dose dupla.
Ainda teve o gol do zagueiro Joel Pitu para fechar a goleada.
Pra não sair em branco, pelo menos um golzinho foi marcado por Louro Bujão a favor da Aaps.


Jogo, 42- Copo 6x1 AAPS
Gols: Tyrone (15’, de falta; 67’ e 43’); Joel (33’, de cabeça); Liteta (60’ e 65’), Copo. Louro Bujão (50’), Aaps.
Cartões Amarelos: Edmário e Safira (3º) 24/03 e 14/04 (Suspenso automaticamente). Mikson. (Aaps).
Local: Barrokão. Público: 608 expectadores.


Árbitro Central: Arivaldo Moura
Assistentes: Márcio Oliveira Durval e Adnilton Lima
Mesário: Eliseu Santos Silva.


Copo: Liu; Gal (Maike), Safira (Gilson), Edmário e Pigo; Adelson, Joel e Tyrone; Bento (Liteta), Catinha (Bode Velho) e Abel. Técnico: Marlon Queiroz Nunes.


Aaps: Jerry; Dimas, Val Freitas, Tonho Duke e Gilson Subaé; Jairo (Gonçalves), Rubinho e Louro Bujão; Mikson (Totó / Zeinho), Franco e Jorge Germano. Técnico: José Ferreira do Amor Divino.

Santa Fé encontra dificuldades, mas aplica gude preso na Sucam

Por: Jorge Luiz da Silva. Segunda-feira, 29/04 às 15h36
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)




Cerca de 300 torcedores compareceram ao Bandeirão para assistir o duelo entre o Santa Fé,
teoricamente favorito, buscando se manter no G4, e a Sucam, que mais nada aspirava em termos de classificação, devido aos problemas enfrentados desde o momento em que oficializou a sua inscrição na Assessoria Esportiva Serrinhense.


Inicialmente, vários atletas que seriam titulares absolutos “bateram em retirada” para outras equipes, após terem se apalavrado com a diretoria da agremiação.
Com isso, foi ventilado a desistência da própria equipe por falta de elenco.


Mas foi ai que Ney, Chiquinho e Duy resolveram assumir todos os riscos para não fazer
com a entidade organizadora o que os atletas “sem palavra” fizeram com escrete campeão, em 2011.


Resultado foi montado um time de última hora, aos trancos e barrancos e novamente tiveram a infelicidade de contratar mais alguns atletas sem comprometimento, que foram deixando o time na mão ao longo da jornada e deu no que deu, para resumir a história.
A Sucam venceu apenas uma partida, no dia 24 de março, no Estrelão,  quando derrotou o então lanterninha Baú futebol clube por 3 a 2.
E somou um pontinho no empate em zero a zero na primeira rodada, no dia 24 de fevereiro, quando enfrentou o Alto Sereno.
Nos outros sete confrontos amargou derrotas, até por goleadas.


Alheio a tudo isso o Santa Fé partiu pra cima em busca dos três pontos.
Só que não foi fácil como se esperava.
Desta feita os guerreiros comandados por Garrinchão venderam caro a derrota.
E por infelicidade do experiente guarda-metas, Vado, o camisa 8, Bago despretensiosamente terminou assinalando o único gol da partida, aos 13 minutos do segundo tempo.


Jogo, 41- Santa Fé 1x0 Sucam
Gol: Bago (48’)
Local: Bandeirão. Público: 300 expectadores.
Árbitro Central: Laelson Brito
Assistentes: Genivaldo Carvalho dos Santos e Gildean de Jesus Santos
Mesário: Hamilton Brito de Jesus.
Santa Fé: Aranha; Zé de Totoco, Léo, Suco e Silvinho (Mêa); Sekão (Poka), Bago e Pião (Dominguinhos); Orlando, Costa (Fumaça) e Nês (Nal). Alexandre Junior.
Sucam: Vado; Titia, Reinan, Edinho e Guaiamun; Franklin, Rachado e Nego Sergipe; Vanio (Ditão), Gielson e Val Careca. Técnico: Adilson dos Santos Lima (Garrinchão).
Cartões Amarelos: Franklin e Reinan.

Com uniforme novo o Copo goleia o Aaps sem piedade

Enviado por: nunesautopecas1@Serrinha, BA (da redação Itinerante do Esporte Comunitário)


Atletas do Copo com o novo uniforme. Foto enviada por Marlon Nunes

Neste domingo, 28, foi inaugurado o novo uniforme do Copo doado por Gil de Roque.
A diretoria do Copo agradece a Gil por esta iniciativa, pois o esporte só tem a ganhar com o incentivo de pessoas que ajudam o esporte amador.

O Copo realizou um grande jogo vencendo o APES por 6 a 1 com três gols de Tyrone, 02 gols de Liteta e 01 gol de Joel, foi um grande espetáculo.


Agradecemos a presença da torcida, dos patrocinadores
e em especial a Gil de Roque pela doação do uniforme.
Abraços Marlon Nunes, técnico e dirigente do Copo

Jogador do Alto Sereno parabeniza e demonstra estar consciente do favoritismo do Acec

Enviado por: saqbahia@
Serrinha, BA (da redação Itinerante do Esporte Comunitário)


Bom dia Jorge!
Abraços e parabéns por mais um excelente campeonato.
Não pude participar de todos os jogos como de costume, mesmo assim acompanho pelo site todos os resultados e estatísticas.
Ontem fomos recebidos com muita cordialidade por toda a comunidade da Lagoa de Fora e agora iremos pegar o favorito Acec.
Sandro Motomania.

Acec vence confronto de muitas emoções

Enviado por: roberio_4@
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)

Foto enviada por Josenaldo Silva.
Crédito do escudo do Acec: Ricardo Santana

Prezado Jorge Luiz e desportistas!
Este é meu relato, do dia 28/04/2013 do jogo entre Acec Masters x Sukatão, em mais uma partida cheia de emoções e grandes lances, quando a forte equipe do Sukatão abriu o placar através do oportunista Bica, mas logo em seguida Zé Carlos Ramos, zagueiro do Acec, está gostando de fazer gols, finalizou em belo estilo, de cabeça, empatando o jogo e mais uma vez o craque beleza carimbou a virada do jogo, e em um contra ataque, Zé Carlos, lateral direito, finalizou com uma jogada de grande estilo dos eficientes Cleilton e Beleza fazendo 3 a 1 ao apagar da luz como se diz no ditado popular.


O Sukatão ainda fez o segundo gol através do seu zaqueiro nº 04 (???), em grande oportunismo.


Assim terminou o jogo com o placar de Sukatão 2x3 Acec Master.


Realmente foi um grande jogo de se ver com lances emocionantes a todo instante.

Fomos bem recepcionados em uma praça esportiva confortável, vestiários, campo bem marcado, redes novas, bolas novas, campo cercado com cordas.
Público estimado em 500 expectadores.


Em minha opinião os destaques dos atletas do Sukatão foram nº 04, Silvano Sales, o nº 11, Sirica e o nº 14, Piriquito (????).


Finalizo com meu relatório sobre todas as normalidades em uma partida de futebol.
Saudações esportivas
Roberio Menezes Acec Masters de Serrinha-Ba.



Nota da redação:
Na súmula do jogo consta que o segundo gol do Sukatão foi assinalado por Sirica, nº 11..
E o destaque Pirikito vestiu a camisa 17.
Quem vestiu a 14, foi Vaninho.

Sucam se despede desejando muito sucesso aos que continuam

Enviado por: neysucam@
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)


Fotos: enviadas por Héber Lima

Bom dia Jorge e desportistas!
Relatório do Jogo.

Acredito que os torcedores que foram ao Bandeirão neste domingo dia 28/04 2013, assistirem ao confronto entre  Santa Fé x SUCAM, sairam satisfeitos pois viram duas equipes que embora com objetivos diferentes, jogaram limpo, se respeitando, sem jogadas desleais, procurando todo  tempo o resultado positivo.


Nossa equipe no primeiro tempo até que teve uma oportunidade clara de gol que foi desperdiçada por Val Careca, porém, a equipe da casa por está mais organizada, criou mais oportunidades do que a nossa,


oportunidades estas que foram desperdiçadas pela falta de pontaria de seus atacantes, coisa que o nosso amigo Alexandre Junior terá que consertar se quiser seguir adiante na competição.


A Equipe do Santa Fé por ter mais opções em seu banco de reservas, processou algumas alterações e surtiu efeito, aliado a sorte de Bago e a infelicidade de Vado, pois, o jogador do Santa Fé levantou a bola na área sem nenhuma pretensão e o nosso goleiro que até então vinha fechando o gol, foi dar um tapa na bola e botou ela pra dentro, mas,isso não tira o brilho de sua atuação.
E assim acabou a partida Santa Fé 1x0 SUCAM.


O árbitro teve uma boa atuação, não complicou.
Os dirigentes, atletas  e comissão técnica do Santa Fé estão de parabéns pela receptividade e pelo objetivo alcançado.
Despedimos-nos da competição precocemente, só nos resta agradecer
a todos os atletas, dirigentes e colaboradores que ficaram conosco até o presente momento.


No mais é  desejar aos times que seguiram em frente, MUITO SUCESSO E QUE VENÇA O MELHOR.      


Gilson Ney Batista de Araujo, dirigente do Sucam Master

domingo, 28 de abril de 2013

Resultados dos confrontos definem os classificados para a próxima fase da XI Copa Masters


Por: Jorge Luiz da Silva.
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)
Sucam se despede prematuramente. Foto: Héber Lima

Baú dá adeus a XI Copa Masters. Foto: Ariedson Cordeiro.


A última rodada da primeira fase da atual edição da Copa Masters realizada neste domingo, 28 de abril, foi marcada pela despedida prematura das duas equipes que ganharam menor quantidade de pontos.

Sucam, até que resistiu bravamente ao forte time do Santa Fé, no Bandeirão,
porém, após os setenta minutos amargou o tradicional gude preso mais uma vez.
Foi a sétima derrota em nove jogos.

E o escrete do Estrelão perdeu feio no Cajueirão.
O Baú voltou pra casa carregando mais uma goleada, desta feita pelo escore de 5 a 1.

Outra goleada que também marcou foi registrada no Barrokão, quando o vice-líder Copo massacrou o Aaps por 6 a 1.

No Kelezão a Lagoa de Fora apresentou um futebol mais objetivo e derrotou o Alto Sereno pelo escore de 2 a 0.

Completando a rodada, o Acec vacilou nos primeiros minutos e saiu em desvantagem no Denokão, entretanto o time acordou a tempo e virou o placar  do confronto, mas ainda correu o risco de ceder o empate, só que os homens gols do Sukatão não estavam inspirados e desperdiçaram algumas oportunidades.

Lance do jogo: Sukatão 2x3 Acec. Foto: Josenaldo Silva.


Confira os Jogos e os Resultados da 9ª rodada / Fase Preliminar:
Jogo, 41- Santa Fé 1x0 Sucam (Local: Bandeirão)
Jogo, 42- Copo 6x1 AAPS (Local: Barrokão)
Jogo, 43- Cajueiro 5x1 Baú (Local: Cajueirão)
Jogo, 44- Lagoa de Fora 2x0 Alto Sereno (Local: Kelezão)
Jogo, 45- Sukatão 2x3 Acec (Local: Denokão)


Próximos confrontos (10ª rodada – Domingo, 05/05, às 08h30) - Quartas de Final
Jogo, 46- Acec x Alto Sereno (Local: Hijão)
Jogo, 47- Copo x Aaps (Local: Barrokão)
Jogo, 48- Santa Fé x Cajueiro (Local: Bandeirão)
Jogo, 49- Sukatão x Lagoa de Fora (Local: Denokão)

Confira os dados estatísticos da XI Copa Masters de Serrinha
Raio-X:
Jogos Realizados: 45
Gols Marcados: 127
Média de Gols: 2,82
Gols Mandantes: 70
Gols Visitantes: 57
Empates: 11
Vitórias da Casa: 17
Vitórias Visitantes: 17
Total Vitórias: 34
Cartões Amarelos: 123
Cartões Vermelhos: 8
Atos de Indisciplina: 2
Total Público: 16.645 expectadores.
Média de Público: 370

           Maior Público: 800
(Jogo 40: Acec 3x0 Copo) Árbitro: Ariedson Cordeiro. (8ª rodada)

Menor Público:
170 (Jogo, 38: Sucam 0x1 Sukatão). Árbitro: Arivaldo Moura. (8ª rodada)

Jogadores Inscritos: 257


Principal Artilheiro: Tyrone (Copo) 11 gols.
Goleiro Menos Vazado:
Gordinho (Acec), 2 gols sofridos em 5,8 jogos. Média 0,34.

Goleiro Mais Vazado: Kito (Baú) 31 gols sofridos
Ataque Mais Positivo: Acec (29 gols)
Defesa Menos Vazada: Lagoa de Fora (4 gols sofridos)
Defesa Mais Vazada: Baú (31 gols sofridos)
Escore mais repetido: 1x0 (10 vezes) 22,22%, de 45 jogos.
Equipe invicta: Acec.
Equipe que mais perdeu: Baú (8 jogos)




Árbitros

Com 3 atuações:
Arivaldo Moura, Feliciano Viana Filho, Héber Lima Oliveira, Laelson Brito, Lourival Silva, Luciano Cerqueira, Manoel Paciência, Romilson José Reis, Rubenilson José Reis e Willian de Oliveira Ferraz Lima.


Com 2 atuações:
Adenilso Leite, Ariedson Cordeiro, José Carlos de Queiroz Lima, José Fernando Cardoso de Oliveira, José Sidnei Ferreira de Jesus, Neicrécio Mendes e Robson Monteiro dos Santos.


Com 1 atuação:
Valdete Leite de Jesus.


Classificação Geral:
1º - Acec, 25 pontos ganhos
2º - Copo, 22
3º - Santa Fé, 15
4º - Sukatão, 15
5º - Lagoa de Fora, 14
6º - Cajueiro, 12
7º - Aaps, 8
8º - Alto Sereno, 6
9º - Sucam, 4
10º - Baú, 3

Homens do apito designados para a última rodada da primeira fase da Copa Masters

Por: Jorge Luiz da Silva.
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)



A primeira fase da Copa Masters 2013 está chegando ao fim.
Mais cinco confrontos e ponto final.


E para comandar as partidas da última rodada da fase preliminar o diretor de árbitros, José Nogueira da Silva designou oficialmente os homens do apito e confirmou os assistentes e os mesários indicados pelos próprios dirigentes, conforme critérios elaborados, em comum acordo, durante assembleia-geral.


Confira os Jogos da 9ª rodada / Fase Preliminar:

Jogo, 41- Santa Fé x Sucam
Local: Bandeirão.
Árbitro Central: Laelson Brito
Assistentes: Genivaldo Carvalho dos Santos e Márcio Nunes de Lima
Mesário: Hamilton Brito de Jesus.




Jogo, 42- Copo x AAPS
Local: Barrokão.
Árbitro Central: Arivaldo Moura
Assistentes: Juliano Gordiano e João dos Santos Gonçalves Neto
Mesário:Eliseu Santos Silva.




Jogo, 43- Cajueiro x Baú
Local: Cajueirão.
Árbitro Central: Ariedson Cordeiro
Assistentes: Carlos Santos e Luiz Marivaldo Alves de Araújo
Mesário: Gilvan Damasceno.




Jogo, 44- Lagoa de Fora x Alto Sereno
Local: Kelezão.
Árbitro Central: Manoel Paciência
Assistentes: Lorito Brito Ferreira e João dos Santos Ferreira
Mesária: Valdira Leite de Jesus




Jogo, 45- Sukatão x Acec
Local: Denokão.
Árbitro Central: Luciano Cerqueira
Assistentes: Juranildo Pinheiro Nogueira e José Carlos Nunes de Souza
Mesário: Wildon Roque Pereira Santos.



sábado, 27 de abril de 2013

Domingo é dia de despedida na XI Copa Masters

Por: Jorge Luiz da Silva.
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)




Neste domingo, 28 de abril, duas equipes estarão se despedindo prematuramente
da décima primeira edição da Copa Masters.
A definição e a posição de cada equipe só sai depois da realização dos cinco confrontos da nona rodada.


Sucam e Baú são os prováveis eliminados,
mas a depender de combinação de resultados, o time do Estrelão ainda pode se classificar.
Precisa vencer o Cajueiro e o Alto Sereno perder para a Lagoa de Fora.


Até o Acec, que lidera a competição ainda corre o risco de cair para o segundo lugar.
Isso poderá acontecer caso o Copo aplique uma goleada no Aaps e o Sukatão vença o escrete acequiano.


N rodada deve rolar muita adrenalida e um caminhão de emoção.
É esperar para ver o que vai acontecer.


Confira os Jogos da 9ª rodada / Fase Preliminar:
Jogo, 41- Santa Fé x Sucam (Local: Bandeirão)
Jogo, 42- Copo x AAPS (Local: Barrokão)
Jogo, 43- Cajueiro x Baú (Local: Cajueirão)
Jogo, 44- Lagoa de Fora x Alto Sereno (Local: Kelezão)
Jogo, 45- Sukatão x Acec (Local: Denokão)

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Quatro goleiros pegaram até pensamento na 8ª rodada da edição atual da Copa Masters

Por: Jorge Luiz da Silva.
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)



Caricatura de Manga: cacellain.com.br

Nesta data quando se comemora o dia do goleiro, em homenagem especial ao arqueiro Manga, a Assessoria Esportiva Serrinhense destaca os quatro que pegaram até pensamento na 8ª rodada da Copa Masters-2013:

Gordinho (Acec), Neguinho (Lagoa de Fora), Bidão (Santa Fé) e Metal (Sukatão).

Gordinho por sinal é o menos vazado da competição, tendo sofrido apenas 1 gol no confronto de abertura, em 17/02, contra o Santa Fé, no Marianão, o Estádio Municipal de Serrinha.
Genildo, foi o autor do único gol sofrido pelo experiente guarda-metas, até então.
Apesar de ter completado seis partidas consecutivas sem sofrer gols,
ainda não quebrou a marca de Liu, do Copo, que ficou 5 jogos consecutivos e mais quarenta minutos da sexta e também 21 minutos da última partida da edição anterior, atingindo 411 minutos.
É que gordinho foi substituído no intervalo de dois confrontos pelo arqueiro Jean.
E na segunda rodada atuou somente 22 minutos,
além de ter ficado de fora da 3ª rodada, o que lhe dá a marca de 352 minutos.


Faltam, portanto 60 minutos para quebrar a marca de Liu, do escrete barroquense.

Metal (Sukatão) tomou 2 gols, em 6 partidas.
Neguinho (Lagoa de Fora) sofreu 4 gols em 8 jogos.
Bidão teve a sua meta vazada 5 vezes, em 8 confrontos.


Clique e confira a página especial dos Goleiros da XI Copa Masters

Dois atletas da zona rural vão reforçar o Cajueiro na 9ª rodada da XI Copa Masters

Por: Jorge Luiz da Silva.
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)




A derrota inesperada para o Aaps no último domingo deixou os dirigentes do Cajueiro preocupados e fez com que eles corressem atrás de reforços.

Apesar de o mercado estar escasso de grandes craques, o diretor João Gella, com seu olho clínico conseguiu encontrar dois, ainda em disponibilidade.


Cícero dos Santos, o popular Ceará, que já atuou em quatro edições da Copa Comunitária,
1999, 2000, 2002, 2003, vestindo a camisa do Cruzeiro da Paz, Alto da Contenda, Campo Limpo e Cajueiro.

Atuou também na Copa Municipal, em 1999, defendendo as cores do Serra Grande.
Todas as competições organizadas pela Assessoria Esportiva Serrinhense.
O atleta nasceu em Abaiara, no Ceará, mas reside em Serrinha há muitos anos, tendo inclusive casado e constituído família, nesse município.


E Valmir Miranda Mota, nascido na fazenda Cajueiro, em Serrinha, apelidado de “BU”,
que atuou na Copa Comunitária, em 2002 e 2003, vestindo a camisa do Campo Limpo;

No Campeonato Rural, em 2004, defendeu as cores do Alto da Contenda.
E na edição de 2008, foi transferido para o Vila Nova.


Prováveis homens do apito da nona rodada da XI Copa Masters de Serrinha

Por: Jorge Luiz da Silva.
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)



Quatro, dos cinco árbitros que deverão comandar os confrontos da nona rodada da décima primeira edição da Copa Masters estarão completando três atuações e se igualando aos que mais atuaram até aqui.

Arivaldo Moura, Laelson Brito, Luciano Cerqueira e Manoel Paciência, que entra na vaga deixada por Robson Monteiro dos Santos, que já havia assumido outro compromisso particular, anteriormente, e solicitou folga.
Esses são os homens do apito que deverão ser escalados pelo diretor de árbitros da Assessoria Esportiva Serrinhense, José Nogueira da Silva para a última rodada da primeira fase.


O quinto mediador deverá ser Ariedson Cordeiro, que estreou no domingo anterior comandando o grande clássico dos campeões, vencido pelo Acec, por um placar inesperado, 3 a 0, diante do forte escrete do Copo.

Árbitros com três atuações:
Feliciano Viana Filho, Héber Lima Oliveira, Lourival Silva, Romilson José Reis, Rubenilson José Reis e Willian de Oliveira Ferraz Lima.


Clique e acesse a página especial dos árbitros inscritos na XI Copa Masters

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Jorge Germano foi o único goleador da semana a marcar em dose dupla

Por: Jorge Luiz da Silva.
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)



Neste domingo durante a 8ª rodada da Copa Masters os homens gols não encontraram a moleza da 6ª rodada, quando balançaram as redes dos guarda-metas em 23 oportunidades.

Nos cinco confrontos da semana somente 13 tentos foram marcados e apenas um goleador conseguiu assinalar mais de um gol.


Jorge Germano, o camisa 7, da Aaps foi único a balançar a rede de um dos arqueiros, em dose dupla.
O goleiro que vacilou por não contar com o apoio dos seus zagueiros,
foi o experiente Barrão, da equipe do Cajueiro.


Os outros que marcaram pelo menos um gol, vencendo o duelo com os setores defensivos adversários.

Jairo (Aaps); Beleza, Zé Carlos Ramos e Lulinha (Acec); Rivaldo (Cajueiro); Gel Sena (Lagoa de Fora);
Pião, Poka, Sérgio Kisuco, de falta e Sekão (Santa Fé); Bica (Sukatão).

Clique e acesse a página especial dos artilheiros da XI Copa Masters

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Técnico da Seleção da 8ª rodada da XI Copa Masters foi a indicação mais fácil

Por: Jorge Luiz da Silva. Foto: Roberto Pimentel.
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)




A Comissão que avalia as atuações dos atletas que participam da décima primeira edição da Copa Masters tiveram muito trabalho para escolher os principais destaques da oitava rodada.


Apesar de tudo, finalmente foram escolhidos os trinta que conseguiram se sobressair
dentre os 157 que assinaram as súmulas dos cinco confrontos da semana.


A escolha dos titulares e suplentes também foi outra parada indigesta, mas no final deu tudo certo.

A indicação mais fácil foi a do técnico da seleção da rodada.
Com a espetacular vitória do Acec frente ao Copo, pelo surpreendente escore de 3 a 0,
Joaquim Pimentel se credenciou para o cargo, com honras e méritos.
O treinador acequiano deu um autêntico show de tática, pondo em prática um sistema que aniquilou o adversário por completo.


O escrete bi-campeão após o grande feito assegurou a condição de melhor time da rodada,
com os 37 pontos conquistados.
Inclusive o craque da semana também foi indicado dentre os seus atletas.
Cleilton deu provas de que está em plena forma.
Participou da maioria dos lances, fez lançamentos primorosos, deu passes na medida,
correu o campo todo mostrando as suas excelentes qualidades.


Na categoria dirigente destaque os méritos ficaram para Edmário Trabuco, do Copo,
que cumpriu todas as determinações do regulamento.


O primeiro gol da rodada demorou prá sair.
Somente 21 minutos depois do início de todas as partidas.
Foi assinalado por Beleza, do Acec.
O último da rodada só aconteceu aos 70 minutos,  na vitória do Santa Fé diante do Alto Sereno na Arena Urbana.
Sekão foi o autor do conhecido gol tartaruga, aquele que demora mas sai.


Confira a Seleção e os principais destaques dos jogos realizados no domingo, 21 de abril.


Titulares:
1- Jerry (Aaps)
2- Cutuíca (Baú)
3- Adelson (Copo)
4- Edinho (Sucam)
5- Carlinhos Rai (Cajueiro)
6- Atanásio (Sukatão)
7- Shell (Alto Sereno)
8- Cleilton (Acec)
9- Alemão (Lagoa de Fora)
10- Sérgio Kisuco (Santa Fé)
11- Nenga Matos (Acec)


Suplentes:
12- Joel (Copo)
13- Nenen (Acec)
14- Suco (Santa Fé)
15- Bica (Sukatão)
16- Jorge Germano (Aaps)
17- Zé de Totoco (Santa Fé)
18- Tyrone (Copo)


Outros destaques da rodada:
19- Pierre (Aaps)
20/21- Ivanilson e Nikaninha (Alto Sereno)
22/23- Biriba e Kito (Baú)
24/25- Bell e Dadá (Cajueiro)
26/27- Gel Sena e Neguinho (Lagoa de Fora)
28/29- Rachado e Vado (Sucam)
30- Silvano Sales (Sukatão)


Técnico: Joaquim Pimentel (Acec 3x0 Copo), com arbitragem de Ariedson Cordeiro.
Dirigente: Edmário Trabuco (Copo)
Autor do gol mais rápido da rodada:
Beleza (Acec) vazando aos 21’, o goleiro Liu do Copo, na vitória por 3 a 0, no Hijão.

Autor do último gol da rodada:
Sekão (Santa Fé), aos 70, quando vazou a meta do arqueiro Kaminhão, do Alto Sereno.

Craque da rodada: Cleilton (Acec) 23 pontos.
Equipe destaque da rodada: Acec (37 pontos)
Autor do 1º gol: Genildo (Santa Fé), aos 20 minutos vazou o goleiro: Gordinho (Acec)
Autor do gol mais rápido: Cal Bispo (Cajueiro) 1 minuto.

Apagão no Copo

Enviado por: edm.trabuco@ Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)
Fotos enviadas por: Ariedson Cordeiro
 



Boa noite Jorge!
 No clássico mais esperado do ano, na Copa Masters, parecia mais jogo treino,
aliás, nem sei como chamar este confronto entre Acec x Copo...

Talvez:  “jogo de um
time só”...
“Ataque contra defesa”...
“Apagão do Copo”...


Enfim os torcedores que compareceram em grande número no Hijão viram o Copo em um jogo muito abaixo do seu rendimento.
A pior partida da nossa equipe na competição, errando muito no toque de bola, marcando a distancia, finalizando mal e batendo cabeça, ainda bem que foi em um momento que podíamos perder.


imaginávamos que ser derrotados neste jogo seria normal,
anormal foi o comportamento da nossa equipe e o placar na teoria que na prática...



Fomos bem recebidos e bem recepcionados pelos acequianos, antes, durante e depois do jogo.


Campo, bolas, redes, isolamento, torcedores tudo em boas condições para um bom jogo.

O Acec além de ser uma grande equipe, tem o melhor elenco.
A equipe tem o privilégio de ter no banco, grandes jogadores que seriam titulares absolutos em qualquer outra.


Luciano Santana, Gilson, Bebeto, Granfusí, Jorge Uzzo, Hugo, Anan, etc.


Mas a equipe do Acec além de jogar muito futebol neste domingo, ainda contou com a sorte, pois aos 5 minutos da primeira etapa Pigo acertou um belo chute que carimbou o poste direito do goleiro Gordinho, que apenas olhou.

Naquele momento se o copo abre o placar talvez o jogo tivesse uma outra história.
E pra nos complicar, em uma bola parada, levantada na área, passou por todo mundo e sobraria em total domínio do mesmo Pigo, que infelizmente escorregou
e a bola bateu em seu corpo ficando a feição para beleza bater e abrir o placar.


Depois, em outra bola parada nosso setor defensivo ficou olhando Zé Carlos Ramos fazer o segundo gol.
Terminando a primeira etapa perdendo por 2 a 0.




No intervalo, Marlon teve que tirar ivomário machucado e colocou mais um atacante.
Criamos tres oportunidades, uma Tyrone chutou nas pernas de Gordinho,
outra, Catinha acertou a trave novamente e o Acec fez o terceiro com Zé Luís.


Quanto ao árbitro fez um grande trabalho.
As duas equipes se comportaram muito bem.
Tanto é que não foi aplicado nenhum cartão, mostrando que o copo sabe ganhar e sabe perder.

No próximo domingo esperamos virar esta página e voltar a atuar como sabemos.
A derrota faz parte do jogo e que esta sirva de lição para o futuro do Copo na competição.
Abraço,
Edmário Trabuco (Dirigente e atleta).

terça-feira, 23 de abril de 2013

Bica aniversaria e dá uma vitória de presente para o Sukatão

Enviado por: aldo_geografia@ - Foto: Josenaldo Silva.
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)



Boa tarde Jorge Luiz,
Relatando sobre esta partida, que nos deu mais uma vitória, bem verdade que foi sofrida,
mas valeu pelos três pontos conquistados as duras penas, pois sabíamos que mesmo o escrete da Sucam encontrar-se em momento conturbado valorizaria bastante essa partida, pois foi o que aconteceu, o gol como todos sabem foi no final, onde o aniversariante do dia, o atleta Bica nos deu um gol de presente.


Se bem que o resultado apertado não retrata o que foi a partida, devido as varias oportunidades que nossos atacantes desperdiçaram.
Foi um jogo  bem complicado pois precisaríamos do resultado positivo para nos manter no G4. Ainda bem que deu tudo certo.
Agora é pensar na próxima batalha com a equipe 'favorita' da competição, sabemos da dificuldade, mas iremos tentar buscar um bom resultado.


Quanto ao Árbitro central, uma boa arbitragem, confesso que esperava mais de Arivaldo,
pelo que sabemos de sua capacidade, deixou de dar algumas vantagens, aplicou um cartão amarelo em Bica, acredito que não merecia, os atletas da Sucam em todo instante caiam a fim de ganhar tempo, pois o empate era um bom resultado, e ele não os advertiu, mas tudo bem, não interferiu no resultado final.


Arbitragem: boa;
Campo: bom, um pouco escorregadio, devido as chuvas;
Público: em torno de 270 expectadores;
Mesário: bem postado;
Destaques: 01- Vado, 04- Edinho, 07-Rachado.


Quero agradecer a grande desportista Dinha, que nos recebeu muito bem com a simpatia de sempre.
Grato,
Antônio Aldo Ferreira de Oliveira, presidente do Sukatão.

Aaps vence o Cajueiro e garante classificação antecipadamente

Enviado por divinal@
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)



Boa tarde a todos os desportistas!
O jogo Aaps e Cajueiro foi repleto de emoções, do princípio ao fim.
Começamos a partida com fome de gols querendo conquistar a vitória a qualquer custo.
Nos dez minutos iniciais já havíamos perdido dois gols praticamente feitos.
Mas logo após conseguimos marcar o primeiro com uma cabeçada fulminante, vazando assim a meta do adversário.
Seguimos dominamos durante todo o primeiro tempo.


Na segunda etapa assinalamos mais dois gols.
E tomamos um, depois de um bate rebate na pequena área.
No entanto ficou nisso.
Nossa zaga não deu mais nenhum vacilo até o trilar do apito do árbitro central, encerrando o duelo.


Parabenizamos ao time do Cajueiros e seus torcedores que souberam perder.
Assistimos um jogo limpo, sem deslealdade.
E agradecemos a todos que vieram nos prestigiar com a sua presença e vibração.
E claro, nossos guerreiros que conquistaram esse triunfo importante,
selando a nossa classificação antecipadamente para a próxima fase.
Saudações!
José Ferreira do Amor Divino (Técnico da Aaps)

Lagoa de Fora volta a vencer

Enviado por divaldinho@ / Foto: Josenaldo Silva.
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)



Enfim conseguimos conquistar mais uma vitória, somando mais três pontos, depois de cinco empates e uma derrota.
Nosso time passou um verdadeiro sufoco.
E foi contra um time considerado fraco, no papel, mas na prática deu muito trabalho.


Sorte nossa que em um lance de fora da área nosso atleta Gel Sena pegou o goleiro de surpresa
e meteu a bola no fundo da rede abrindo o placar.
Depois disso tivemos outras boas chances para ampliar o marcador,
no entanto os homens gols não alcançavam o seu intento.
Perdemos algumas oportunidades reais para construir um escore folgado, porém ficou nisso.
1 a 0.E foi de bom tamanho porque o triunfo chegou na hora certa para tranquilizar a equipe.
Na verdade, todos sabem que no futebol uma vitória é muito importante.
Recepção boa.
Nada de anormal.
O árbitro esteve bem.
No mais tudo ok.
Saudações!

Edvaldo Leite de Souza (Presidente da Lagoa de Fora Master)


Leia mais:http://www.esportecomunitario.com/#ixzz2RKii1bYl
Follow us:@jolusi54 on Twitter

Acec e Copo dão show de civilidade na XI Copa Masters

Por: Jorge Luiz da Silva. Fotos: Ariedson Cordeiro.
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)




O confronto entre Acec e Copa era o mais esperado dentre todos os jogos programados
para a primeira fase da décima primeira edição da Copa Masters.
Torcedores das equipes e desportistas de um modo geral que acompanham a competição,
além dos próprios dirigentes e atletas envolvidos, direto e indiretamente,
todos aguardavam com ansiedade o tira teima entre as agremiações que decidiram o título no ano passado
e empataram na grande final no Estádio Municipal de Serrinha (Marianão).


Mas quem esperava um duelo equilibrado ficou decepcionado com o futebol apresentado pelo escrete do Copo.
Os comandados de Marlon não conseguiram apresentar nem 20%,
do que apresentaram nas partidas anteriores.
O Acec foi infinitamente superior.
Venceu por 3 a 0 e poderia ter vencido com um placar histórico, caso os seus homens gols
não tivessem desperdiçado tantas oportunidades, além das bolas na trave e as excelentes defesas do arqueiro Liu.




O Acec deu um grande passo para levar o terceiro caneco para a sua galeria.
Entretanto, quem tem consciência e analisa o futebol sem paixão, sabe que o título ainda não tem dono.
O Copo ainda tem chances de recuperação e Sukatão, Santa Fé e Lagoa de Fora que estão correndo por fora,
podem surpreender nas fases eliminatórias.
Tem também o Cajueiro, apesasr de altos e baixos.
O certo é que muita água ainda vai rolar por debaixo da ponte conforme o adágio popular.

Na parte disciplinar do duelo sadio realizado no Hijão, com um público estimado em 800 expectadores,
o maior até agora, os atletas deram um show de civilidade e o bom exemplo de como se faz futebol.
O árbitro Ariedson Cordeiro não precisou advertir nenhum jogador, nem com o cartão amarelo.
Quem marcou presença vivenciou um autêntico show de bom comportamento.




Jogo, 40- Acec 3x0 Copo

Acec: Gordinho; Zé Carlos Nascimento, Zé Carlos Ramos, Nenen e Lulinha (Granfuzí);
Gi, Cleilton e Beleza (Bebeto); Raimundinho (Ninho), Geo Coco (Jorge Uzzo)
e Nenga Matos (Gilson). Técnico: Joaquim Pimentel.


Copo: Liu; Gal (Catinha), Caçarola, Joel e Pigo; Adelson, Ivomário (Maike) e Edmário;
Abel (Bode Velho), Bento e Tyrone (Litêta). Técnico: Marlon Nunes.

Jerry é o principal destaque do confronto em que Aaps derrotou o Cajueiro.

Por: Jorge Luiz da Silva. Foto: Héber Lima.
Serrinha, BA (da redação itinerante do Esporte Comunitário)




Neste domingo, 21 de abril, durante a oitava rodada da Copa Masters, outra surpresa aconteceu na Arena da Amizade.
O time da Aaps impôs a segunda derrota consecutiva ao bom time do Cajueiro que chegou a ficar quatro rodadas sem perder.


Depois de 03 de março quando havia amargado a sua primeira derrota, naquela oportunidade para o então Líder Copo por 3 a 0, até 14 de abril, quando perdeu para o Acec, por 2 a 0.


Nesse período empatou com o Sukatão e com o Alto Sereno pelo mesmo escore (1 a 1) e venceu o Santa Fé, por 1 a 0 e a Sucam por 3 a 2.


E foi diante de um público estimado em 380 expectadores que os comandados de José Ferereira do Amor Divino derrotaram o escrete do Cajueiro deixando muita gente boquiaberta.


Dentre os três principais destaques do time da casa, dois andaram infringindo a regra do jogo
e por esse motivo foram advertidos pelo árbitro central Robson Monteiro dos Santos.
Jorge Germano e Pierre por se excederem na parte disciplinar receberam a chapinha amarela.
Outro cartão amarelo foi aplicado ao camisa 11, Louro Bujão.
No time visitante teve advertência para Toko e Rege.


O goleiro Jerry, da Aaps, mesmo tendo sofrido um gol, foi escolhido como o nome da partida.
Enquanto que Carlinhos Rai foi o destaque principal do Cajueiro.


Jogo, 39- AAPS 3x1 Cajueiro


Aaps: Jerry; Dija, Val Freitas, Tonho Duke e Dimas; Jairo, Mikson e Pierre;
Jorge Germano, Franco e Louro Bujão (Zeinho). Técnico: José Ferreira do Amor Divino.

Cajueiro: Barrão; Nego Ad (Dadá), Toko (Brito), Genne e Meuma (Rivaldo);
Carlinhos Rai (Rége), Bell e Val Peró (João Gella); Edinho Vila, Cal Bispo e Tuca Maya (Ró).